Terça-Feira, 15 de Maio de 2018, 11h:30

Tamanho do texto A - A+

Estudante desaparece ao sair para ir à escola em VG

Por: LUIS VINICIUS

Familiares e parentes buscam informações sobre paradeiro do estudante Marcos Vinicius de Campos Vieira, de 16 anos, que desapareceu na tarde de segunda-feira (14), em Várzea Grande. O jovem frequenta a Escola Estadual Licínio Monteiro da Silva e foi visto, pela última vez, quando ia para a unidade de ensino, localizada no bairro Centro Norte.

 

HiperNoticias

desaparecido marcos Vinicius/DHPP

 

Conforme informações, o rapaz saiu de casa para ir à escola, mas não entrou na unidade. Ele teria sido chamado por amigos para ir até um rio no bairro Costa Verde.

 

“Ele saiu ontem da casa da mãe dizendo que iria para a escola. No entanto, ele não voltou e nós estamos desesperados por informações.Ficamos sabendo que ele teria ido com outros quatro amigos para um rio no bairro Costa Marques. Mas, não sei quem são esses amigos, não sei se são da sala dele ou são amigos de outras salas. Espero que o meu filho fique bem e que não aconteça nada com ele”, disse o pai do jovem, Joemil Guega ao HiperNotícias.

 

Além do pai de Marcos, familiares e parentes do adolescente estão no local para tentar saber do paradeiro do jovem. No local, eles encontraram o uniforme do estudante, mas nenhuma pista de onde o menino possa estar.

 

“Após recebermos a informação de que ele teria vindo aqui para o rio, viemos todos aqui para sabermos se encontrávamos. No entanto, quando chegamos aqui encontramos apenas o uniforme dele. Ao perguntarmos para as pessoas que ficam aqui próximas, elas nos disseram que viram três alunos correndo, mas não viram o meu filho. Eu não sei o que aconteceu com ele, mas espero que esteja bem”, contou o pai à reportagem.

 

Segundo os familiares, o Corpo de Bombeiros já foi acionado para realizar buscas no rio com o intuito de encontrar Marcos.

 

“Estamos aguardando a chegada do Corpo de Bombeiros para que eles comecem as buscas. Nós chamamos também a Polícia Militar, para ver se eles encontram esses amigos do meu filho que foi com ele até o rio. Eu fiquei sabendo também que uma menina fez uma postagem que ele havia morrido, mas não tem nada confirmado. Ficar sem resposta é terrível, não tenho cabeça para nada. Espero que encontrem o meu filho o mais rápido possível”, concluiu Joemil.

 

Na noite de segunda-feira, familiares registraram um boletim de ocorrência. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso e tenta localizar o paradeiro do menino.

 

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto