Sexta-Feira, 05 de Janeiro de 2018, 17h:50

Tamanho do texto A - A+

Crânio humano é encontrado em terreno baldio e pode ser de homem decapitado

Por: MAX AGUIAR

Uma denúncia anônima levou a Polícia Civil a um terreno baldio, no bairro Paiaguás, em Várzea Grande, onde estava um crânio humano, que pode ser um homem que foi decapitado no dia 28 de dezembro. O corpo da vítima foi encontrado amarrado, porém no dia da ocorrência os policiais não encontraram a cabeça, que foi retirada do local onde estava o cadáver.  

 

PJC-MT

cabeça ossada

 

Quem ligou para a polícia preferiu não se identificar. Apenas disse que havia uma cabeça jogada num terreno, na Rua 31 do bairro. Essa rua fica há menos de 100 metros do local onde o corpo de Antonio Fábio de Almeida Silva, 24 anos, foi encontrado, há menos de dez dias. Ele estava com as mãos e os pés amarrados para trás e sem a cabeça. 

 

Antônio era monitorado via tornozeleira eletrônica. Ele estava cumprindo pena por tráfico de drogas e era morador da região onde foi morto. No dia do crime, a delegada Juliana Palhares esteve no local e confirmou que o corpo do rapaz não apresentava nenhum tipo de escoriação feito por arma de fogo ou arma branca. 

 

Porém, a questão da cabeça localizada nesta sexta-feira (5) ainda não é confirmada se pertence a Antônio, pois precisará passar por exames de arcada dentária para confirmar a identidade. O crânio já estava sem pele e até o couro o cabeludo também já havia sido deteriorado quando foi encontrado. A mandíbula também estava solta e distante alguns centímetros da cabeça. A perícia foi acionada e irá analisar a ossada.

 

A delegada Juliana Palhares destacou a importância da denúncia anônima em casos desse tipo. "É muito importante. A população pode ligar, garantimos o sigilo e qualquer ajuda para nós é muito válido. O telefone da Polícia Civil é 197. Tanto a Delegacia de Homicídios, quanto outras especializadas precisam do apoio da comunidade em geral", comentou a policial. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto