Domingo, 12 de Agosto de 2018, 11h:36

Tamanho do texto A - A+

Cabo da PM diz ter sido agredido por dois oficiais da instituição durante abordagem em Cuiabá

Por: LUIS VINICIUS

Um cabo da Polícia Militar, que não teve o nome divulgado, fez uma denúncia, onde afirma ter sido agredido por dois oficiais da instituição, durante uma tentativa de abordagem, na noite de sábado (11), próximo a Arena Food Park, no bairro Verdão, em Cuiabá.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia militar a noite

 

Conforme informações obtidas pela reportagem, o cabo estava de folga e na rua de sua casa, quando viu um veículo em atitude suspeita. O agente disse que em seguida, abordou o veículo se identificando como policial militar.

 

A vítima relatou que mesmo se identificando como agente de Segurança Pública, dois oficiais da Polícia Militar, ambos capitões. Porém, durante a revista, os oficiais teria m reagido e ido em direção ao militar.

 

Em um vídeo que circula pelas redes sociais, mostra a vítima relatando que os oficiais o agrediram e ainda apreenderam a sua arma. Testemunhas disseram que o capitão e o major apresentavam indícios de estarem alcoolizados.

 

“Eles entraram em dois na minha rua, num carro que eu nunca vi. Fui enquadrar, dei ré. Os caras chegaram de pistola e me renderam. Me identifiquei que era militar e os caras me agrediram, me jogaram no chão”, disse o policial militar agredido.

 

Testemunhas disseram que um major do Corpo de Bombeiros acionou a polícia ao ver  agressão. 

 

Os envolvidos foram encaminhados à sede do 10º Batalhão da Polícia Militar para prestarem depoimento. A Corregedoria da Polícia Militar acompanhou todos os procedimentos.

 

Outro lado

 

Por meio da nota, a Polícia Militar informou que dois dos envolvidos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para realizarem exames de corpo de delito. Além disso, a assessoria de imprensa da instituição disse que os militares não foram levados à delegacia por tratar de uma ocorrência envolvendo apenas militares.

 

 

Leia a nota na íntegra

 

 

A Polícia Militar informa que os três policiais militares já foram ouvidos em depoimento por determinação do comando do 10º Batalhão da PMMT, em Cuiabá, e dois deles encaminhados para exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal(IML).

 

Não houve encaminhamento para delegacia de polícia por tratar-se de ocorrência envolvendo somente PMs, mas para o Batalhão da área da ocorrência. A PM entendeu que os policiais agiram na função, mesmo não estando de serviço.

 

As informações levantadas nesse primeiro momento apontam que os envolvidos acharam se tratar de marginais, uma parte achando que a outra era criminosa e vice e versa.

 

O plantão da Corregedoria da PM acompanhou os procedimentos adotados. O 10º Batalhão formalizou a ocorrência em termos de declarações, informações que vão subsidiar a instauração de procedimento para apurar a responsabilidade de cada envolvido.

Avalie esta matéria: Gostei +6 | Não gostei - 26

Leia mais sobre este assunto




4 Comentários

Elias - 13/08/2018

Não.entendi..quer dizer que se nao for conhecido nao.pode passar na rua do cabo citado?..arrumou.pra cabeça...

Visinho - 12/08/2018

Esta informação está equivocada, o bombeiro está distante, ficou próximo dos moradores enquanto acontecia o fato. Foi ele quem acionou a polícia no local para mediar a situação.

Policial militar - 12/08/2018

Infelizmente este caso não vai ter uma solução os oficiais deram acobertados como sempre é o praça que sairá como errado, infelizmente a polícia militar ela tem suas divisões praças e os oficiais, para os oficiais sempre terá acobertamento essas impunidades acontecem corriqueiramente, ameaças, perseguições e punições injusta para os praças ainda mais se o praça ter um conhecimento for taxado de contestador, questionador entre outros! E infelizmente dentro da instituição ainda tem essas situações que vem a afetar na sociedade.

Ganicus - 12/08/2018

Fico pesando se faz isso com próprio colega da mesma instituição e com outros deve fazer pior, a polícia deveria eliminar essas pessoas de mal índole, pois mancha a própria Instituição.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA