Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 18h:42

Tamanho do texto A - A+

Adolescentes concluem capacitação em informática e rotinas administrativas

Por: REDAÇÃO

Adolescentes da unidade feminina do Sistema Socioeducativo em Cuiabá (Pomeri) receberam, nesta quinta-feira (06), os certificados de conclusão dos cursos de informática básica e noções de rotinas administrativas. As capacitações foram realizadas entre setembro e novembro pela Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

 

DIVULGAÇÃO

CURSO

 

Esse foi o primeiro contato de M.F.S, 16 anos, com uma planilha de Excel. Ela conta que durante o curso de informática aprendeu a desenvolver muitas coisas que pretende colocar em prática ao retornar para sua casa. "Quero desenvolver projetos, encontrar um emprego e dar orgulho para minha família que me parabenizou quando soube que eu estava fazendo este curso", lembra a adolescente.

 

Quem também quer uma vida diferente da qual tinha antes de ir para a unidade socioeducativa é a M. E. R., 17 anos. Para ela, o certificado é a oportunidade que lhe faltava para trilhas novos caminhos. "Eu acredito que isso vai me ajudar a arrumar um emprego".

 

Ao lado de M.E.R e M.F.S outras 10 internas participaram dos cursos, mas somente seis concluíram devido ao fato das outras terem recebido liberação antes do término da capacitação.

 

As aulas

A professora da Secitec, Daniane Telles, ministrou aulas sobre editor de texto, planilhas no Excel, Power Point, entre outras, durante o curso de informática básica. Para ela, essa foi uma experiência única onde, além de ensinar a temática, pode orientar as meninas a importância de continuarem estudando. 

 

Já o curso de noções de rotinas administrativas foi ministrado pela professora do Senac, Graciane Vilas Boas. Nos encontros ela abordou temas relacionados as rotinas de uma empresa e seus departamentos. Graciane também explicou que com este conhecimento as internas terão uma base para ingressarem no mercado de trabalho, pois elas aprenderam como funciona um ambiente profissional e como se comportar nele. 

 

Qualificações

As adolescentes que passaram pelo Pomeri de janeiro a dezembro deste ano participaram de oito capacitações e oficinas. Entre elas estão: o curso de manicure e pedicure; orientação profissional; projeto empoderamento feminino; oficina de artes cênicas; projeto áudio visual; rotinas administrativas e informática básica, realizado duas vezes, um no primeiro semestre e outro no segundo.

 

Conforme a gerente de Formação Profissional do Adolescente do Sistema Socioeducativo, Raiani Dias, as qualificações proporcionarão outras possibilidades para as meninas, oportunizando a cada uma escolhas conscientes e novas perspectivas de vida por meio da formação. “Além de qualificá-las, a proposta dos cursos é incentivá-las a empreender ou entrar para o mercado de trabalho ao saírem da unidade e assim abandonar os atos infracionais”.     

 

A gerente da unidade, Karoline Estral, entende que tirar as meninas da ociosidade é imprescindível para a mudança. Ela informa que as internas acordam cedo e assistem a aula convencional até as 11h30. Depois almoçam e passam a tarde nos cursos de formação, oficinas ou em atendimentos. "Isso contribui para mantê-las disciplinadas e ainda a verem outras formas de viver".

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei