Quinta-Feira, 14 de Setembro de 2017, 06h:47

Tamanho do texto A - A+

Não estava em casa

Apesar de madrugar de porta em porta cumprindo mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (14), a Polícia Federal não encontrou o deputado estadual Wagner Ramos (PSD) em sua residência ao chegar ao local. O parlamentar é um dos alvos da Operação Malebolge, originada a partir da monstruosa delação do ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB). Segundo o peemedebista, Ramos teria pedido R$ 10 milhões ao ex-governador para que ele não o indiciasse na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apurou irregularidades nas obras da Copa do Mundo de 2014. A Malebolge faz parte da 12ª fase da Operação Ararath.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei