Domingo, 11 de Março de 2018, 15h:53

Tamanho do texto A - A+

Mal-estar no Judiciário

Uma declaração de um promotor de Justiça, César Novais, está causando um tremendo “mal-estar” nos corredores do Ministério Público Estadual e do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Na infeliz declaração, o promotor teria dito que o MPE seria superior ao TJ “moral e intelectualmente”. O presidente do TJ também não deixou a declaração passar em branco e afirmou que foi uma fala “rasa” e “inaceitável”. Segundo Rui Ramos, isso em nada acrescenta o bom relacionamento das instituições.

“Ao contrário, possuem efeitos perniciosos inclusive por parecer que se trata da opinião também de outros, em relação a todos os juízes e desembargadores”, afirmou Rui Ramos por meio de nota.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei