Quinta-Feira, 31 de Agosto de 2017, 10h:05

Tamanho do texto A - A+

Financiamento público

Cerca de R$ 1 milhão de reais, fruto de desvios das obras da Arena Pantanal, através da empresa Canal Livre, foram utilizados para bancar as campanhas eleitorais, em 2014. A Canal Livre, responsável pela implantação de tecnologia da informação e iluminação do estádio, repassava 3% de propina ao deputado Romoaldo Junior (PMDB). Consta na delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que o dinheiro desviado foi utlizado nas campanhas de Romoaldo, do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), do senador Wellington Fagundes (PR) e do então candidato ao Governo do Estado, em 2014, Lúdio Cabral (PT). 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto