Terça-Feira, 12 de Junho de 2018, 17h:25

Tamanho do texto A - A+

Deu B.O.

Acusado de interpretar de forma equivocadao e divulado um laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), o delegado Cristian Cabral registrou um boletim de ocorrência dos crimes de calúnia e difamação contra o vice presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais Criminais de Mato Grosso (Sindpeco), Alisson Trindade. Há cerca de uma semana o laudo tem gerado grande polêmica e até o momento a velocidade exata em que o carro da médica Letícia Bortolini estava, ao atropelar o verdureiro Lúcio Francisco Maia, de 48 anos, não foi confirmada.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei