Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 11h:23

Tamanho do texto A - A+

Até no Paraguai dava ruim

Reprodução

Palácio da Justiça

 

 

"A Quarta Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) afastou, por unanimidade, a juíza Olinda de Quadros Altomare Castrilon, titular da 11ª Vara Cível de Cuiabá, do processo que tem como partes os empresários José Charbel Malouf, conhecido como Zezo, e José Gonçalo de Souza, em que este cobra uma dívida de R$ 3,6 milhões de Maluf (SIC)". A informação é assinada pela repórter Celly Silva, do Portal Gazeta Digital. A magistrada, pasme, é cliente de uma das partes. É por essas e outras que o jornalista Marco Antonio Moreira, o autêntico Vila, alcunhou que "em Mato Grosso acontece coisas que até no Paraguai dá cadeia".

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei