Domingo, 08 de Outubro de 2017, 10h:58

Tamanho do texto A - A+

Polícia da Indonésia prende 58 pessoas durante inspeção em sauna gay

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

Dezenas de homens, incluindo diversos estrangeiros, foram presos durante uma ação policial em uma sauna gay da capital da Indonésia, afirmou a polícia neste domingo.

A Indonésia abriga a maior comunidade muçulmana do mundo e, nos últimos anos, o governo local tem aumentado a repressão contra homossexuais.

Segundo o porta-voz da polícia, Argo Yuwono, parte dos detidos durante a batida policial de sexta-feira deve ser acusada sob a lei sobre pornografia local, incluindo o dono da sauna e os trabalhadores do local. Eles podem receber até dez anos de prisão.

A homossexualidade não é considerada ilegal na Indonésia, à exceção da província de Aceh. Recentemente, no entanto, a comunidade LGBT tem sofrido um cerco por parte das autoridades. A polícia montou uma força especial para investigar atividades da comunidade e a principal corte do país tem se movido para criminalizar a homossexualidade.

A atitude foi reprovada pelas Nações Unidas, que já pediram ao país que interrompa as prisões baseadas na orientação sexual e que combata o estigma anti-gay no país. Fonte: Associated Press.

(Com Agência Estado)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei