Quarta-Feira, 16 de Agosto de 2017, 11h:20

Tamanho do texto A - A+

Presos com 200 kg de maconha no Jardim Vitória não ficam nenhum dia na cadeia

Por: JESSICA BACHEGA

Trio preso com mais de 200 quilos de maconha ganhou liberdade um dia após a prisão e cumprem medidas cautelares, conforme decisão proferida em Audiência de Custódia. Um deles, inclusive, já está recebendo acompanhamento social. A decisão que aplicou as medidas alternativas aos acusados partiu do juiz Mario Cono, plantonista do Fórum de Cuiabá. 

 

PJC-MT

maconha 204 kg

 Material apreendido

Na determinação do magistrado, ele pondera que os acusados Fernando Henrique Da Silva Granja, Ronaldo Rosario de Souza e Tatiane Caroline Rezende Sobrinho não têm antecedentes criminais e que a pena por tráfico de entorpecente não chega a oito anos de reclusão. Dessa forma, “se faz a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares”, diz trecho da ação.

 

Tatiane e Fernando ficam obrigados ao  uso de tornozeleira eletrônica, comparecer a todos os atos do processo a que for intimado, recolher-se em sua residência no período noturno e aos finais de semana e não se ausentar da comarca por prazo superior a dez dias. 

 

Já Ronaldo não irá usar tornozeleira. O juiz determinou que seja  direcionado ao mercado  de trabalho pelo Sistema Nacional de Empresa (SINE) Educação para Jovens e Adultos (EJA), Centro de Atenção Psicossocial (CAPS-AD) , albergue municipal, acompanhamento pelo Núcleo de Projetos Sociais (NUPS) e Politec para que sejam providenciados seus documentos. 

 

Os acusados foram presos no dia 4 de agosto e soltos no dia 5. Por uma denúncia anônima os policiais chegaram até o ponto de tráfico situado no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá.

 

Além  dos tabletes de droga,  também foram apreendidas balanças de precisão, dinheiro em notas miúdas, um revólver, notebook, apetrechos para embalo da droga e outros produtos característicos da atividade do tráfico. Os três suspeitos que estavam na casa foram conduzidos a DRE, onde foi lavrado o flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e munições.


Leia também

Três são presos com mais de 200 kg de maconha

 

Avalie esta matéria: Gostei +3 | Não gostei - 2

Leia mais sobre este assunto