Terça-Feira, 18 de Abril de 2017, 07h:40

Tamanho do texto A - A+

Por não pagar dívida, juiz manda descontar 30% do salário de Carlos e Teté Bezerra

Por: RENAN MARCEL

O juiz Luiz Octavio Oliveira Saboia Ribeiro, da Terceira Vara Cível de Cuiabá, determinou que a Câmara dos Deputados faça um desconto de 30% sobre o salário do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB).

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Rota da Integração/vila rica/araguaia/teté bezerra/carlos bezerra

Teté atualmente está no Ministério do Turismo e Carlos Bezerra é deputado federal

A decisão é do último dia 11 e atinge ainda a esposa do parlamentar, a ex-deputada estadual Teté Bezerra (PMDB), que atualmente está lotada no Ministério do Turismo.

 

O casal tem uma dívida de R$ 7 milhões com Pedro Luiz Araujo Filho, responsável por mover a execução de titulo extrajudicial. 

 

Tanto a Câmara quanto o Ministério serão notificados da decisão e deverão fazer os descontos “sob pena de ser caracterizado crime de desobediência”.

 

Conforme a decisão, Pedro Filho “vem tentando receber o seu crédito desde o ano de 2014, restando tentativas frustradas”. Durante o processo Carlos e Teté Bezerra apresentaram bens para pagar a dívida, o que foi recusado pelo credor.

 

Na lista de bens, estavam ações da Eletrobrás, avaliadas em R$ 7,8 milhoes, 40 lotes de esmeraldas, cujo valor e de quase R$ 500 mil, e também mil hectares de terras situadas no município de Sinop.

 

Também foi apresentada uma alternativa de penhora de creditos do deputado com a empresa Ginco Empreendimentos Imobiliários. Apesar de notificados, os sócios da Ginco “simplesmente deram com os ombros ao Poder Judiciário e não se manifestaram nos autos”.

 

Para o magistrado, o desconto de 30% no salário dos dois não vai comprometer a renda da família. A reportagem não conseguiu falar com o deputado Carlos Bezerra e sua esposa. 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto