Sábado, 15 de Julho de 2017, 17h:00

Tamanho do texto A - A+

"Por mim teria sido condenado, preso e não poderia recorrer em liberdade", opina juíza sobre Lula

Por: JESSICA BACHEGA

“Na minha opinião já cabia uma prisão preventiva há muito tempo”, diz juíza Selma Arruda, titular da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, sobre a condenação de nove anos e seis meses do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deferida pelo juiz Federal Sérgio Moro, no âmbito da Operação lava Jato.

 

A magistrada afirmou que esta é sua opinião como cidadã e não como membro do Judiciário.

 

Reprodução/HiperNoticias

lula e moro

 O ex-presidente Lula foi condenado pelo juiz Federal Sério Moro

“Com todas as operações que o Lula já fez em relação a Operação Lava Jato, com todas as incitações de violência que ele já fez em relação ao juiz Moro e as pessoas que estão trabalhando na Operação Lava Jato, na minha opinião, já cabia uma prisão preventiva há muito tempo”, destaca. 

 

A magistrada ainda explica que: “é evidente que não conheço o processo e não sei o porquê que ele ainda não foi preso. Mas se tivesse na minha mão, ele já teria sido condenado, preso e não poderia recorrer em liberdade”, enfatiza a juíza.

 

O ex-presidente foi condenado no último dia 12 pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Ele pode recorrer em liberdade.

 

A acusação é pela ocultação da propriedade de uma cobertura triplex em Guarujá, no litoral paulista, recebida como propina da empreiteira OAS, em troca de favores na Petrobras.

 

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 7

Leia mais sobre este assunto