Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 10h:42

Tamanho do texto A - A+

Homem que matou pai de vereador Julio da Power é condenado a 23 anos de prisão

Por: JESSICA BACHEGA

O juiz Lidio Modesto da Silva Filho, titular da Quarta Vara Criminal de Cuiabá, condenou Edicarlos De Farias Silveira a 23 anos e quatro meses de prisão, em regime fechado, pelo assassinato de Custodio Alves Pereira, pai do vereador Julio da Power.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

sao matheus

 Vítimas foram interndas, mas pai morreu

O homicídio foi registrado no ano passado, durante campanha eleitoral na qual o Julio concorria a uma cadeira na Câmara de Cuiabá. A vítima e os filhos estavam em passeata quando houve o crime.

 

De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), no dia 28 de setembro, por volta das 18 horas, as vítimas estavam reunidas em uma praça do bairro Sol Nascente, em Cuiabá quando o suspeito tentou roubá-los. Edicarlos estava em uma moto e abordou o vereador para tentar subtrair um anel, uma pulseira e um relógio de ouro avaliados em  R$ 7.900, pertencentes a Julio  da Power. 

 

O criminoso estava armado e ao ver a arma, Custódio se pôs a frente do filho. Pai e filho foram baleados pelo assaltante que fugiu em seguida. As vítimas forma socorridas até o Hospital São Mateus, mas o pai do vereador morreu logo após chegar na unidade médica. Um adolescente que participava da passeata também foi atingido e recebeu atendimento médico, ficando uma das balas alojadas no corpo.

 

Dois meses após o crime, o réu foi preso na cidade de Campo Grande e trazido para Cuiabá, onde permanece preso na Penitenciária Central do Estado (PCE). 

 

Em depoimento, o acusado negou a autoria do crime, porém a versão apresentada para os fatos são inconsistentes, conforme apontam os autos. 

 

Diante do exporto, o magistrado decidiu por condenar o acusado a 23 anos e quatro meses de prisão, sem a possibilidade de substituição do regime. “Incabível a substituição da pena em razão do quantum de pena fixado. Não bastasse isso, o crime ter sido praticado com violência e grave ameaça à pessoa”, diz trecho da sentença.

 

Edicarlos responde pelos crimes de latrocínio e dupla tentativa de homicídio.  

 

Leia também

Suspeito de matar pai de candidato a vereador é preso em Campo Grande

Em primeira audiência, vereador afirma que ainda sofre por causa de ferimentos de tentativa de assalto

Ferido, em leito de hospital, candidato Julio da Power grava vídeo para mãe

Pai de candidato a vereador morre com seis tiros: filho estava junto em ato político

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto