Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 14h:35

Tamanho do texto A - A+

Homem é condenado a 13 anos de prisão por matar assassino do amigo

Por: JESSICA BACHEGA

O conselho de sentença, do Tribunal de Júri, condenou Marcos Antonio Rondinelle de Oliveira Sousa pela morte de Wesley Gleyson dos Santos Lopes. O homicídio ocorreu no bairro Três Barras, em Cuiabá, no ano de 2014. A juíza Mônica Catarina Perri, da Primeira Vara Criminal, impôs pena de 13 anos de prisão ao réu.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

juiza monica catarina perri

 Juíza Mônica Catarina presidiu o julgamento

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), o acusado foi preso um dia após o crime. Ele estava escondido na casa da sogra e, após a prisão, confessou o homicídio.

 

Oliveira disse que matou a vítima porque ela estava envolvida no assassinato do seu amigo de infância, Wesley “Batatinha”, ocorrida em 2013. O réu morava perto da casa da sogra da vítima, e no dia do crime, estava em sua casa quando viu Wesley chegando de moto na casa da sogra.

 

O réu pegou o revolver calibre 38 que tinha anos e foi em direção ao seu alvo. O primeiro disparo acertou a vítima na cabeça e pelo menos outros quatro o feriram no peito. Após atirar na vítima, o rapaz fugiu e foi preso no outro dia. A vítima não teve chance de defesa e morreu no local.

 

No momento da prisão, uma arma foi encontrada na casa onde o rapaz estava escondido, mas ele disse que o revolver não foi o utilizado no crime. Que a arma usada para matar a vítima foi vendida na noite do homicídio por R$ 1.400,00.

 

O acusado teve a  prisão preventiva revogada meses após a prisão, porém com a decisão no qual foi condenado a pena de 13 anos será cumprida em regime inicialmente fechado. O rapaz não tem antecedentes criminais.

 

Leia também

Borracheiro é condenado a 14 anos de prisão por matar desafeto em campo de futebol

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto