Domingo, 13 de Agosto de 2017, 12h:00

Tamanho do texto A - A+

Bando que roubou carro e matou desafeto por briga de gangue é condenado a 41 anos de cadeia

Por: JESSICA BACHEGA

O trio Robson Pinheiro Andrade, Cleiton Dias Moreira e Leonardo Lester da Silva foi condenados a 41 anos e seis meses de prisão pela morte de Jefferson Coelho De Jesus. A vítima foi mora a tiros em uma lanchonete no bairro Bela Vista em Cuiabá.

 

Gazeta Digital

juiza monica catarina

 Juíza Mônica Perri

Os acusados foram submetidos a júri popular na última semana. O julgamento foi presidido pela juíza Mônica Catarina Perri que determinou as penas para cada acusado.

 

Conforme a sentença, Robson foi condenado a 14 anos e seis meses em regime fechado, Cleiton a 13 anos e seis meses e Leonardo a 13 anos de prisão.

 

A denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) narra que no dia do crime, ocorrido em dois de setembro de 2009, Robson e Leonardo furtaram um veículo Honda Fit e seguiram pelos bairros Carumbé e Bela Vista a procura da vítima. No trajeto ainda se encontraram com Cleiton e outros dois comparsas: Paulo Eduardo dos Santos (já falecido) e Carlos Eduardo Inácio de Oliveira. 

 

Quando encontraram a vítima na lanchonete onde ela estava com outras pessoas, entraram no comércio e dispararam contra o rapaz que estava sentado e foi alvejado nas costas. Após o crime, os réus fugiram usando o carro que tinham furtado.

 

Briga entre gangs do bairro Carumbé pode ter sido a motivação para o crime, como consta nos autos.

 

“O motivo do crime foi a rixa existente entre réu, vítima e terceiras pessoas, por pertencerem a gangues rivais”, diz trecho da ação.

 

Em ocasião anterior, a vítima já teria agredido a irmã de Paulo, o que pode ter incentivado a vingança.

 

Todos foram presos e estão recolhidos no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), onde devem cumprir a pena.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto