Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017, 10h:22

Tamanho do texto A - A+

"Algo tem que ser feito imediatamente", ressalta procurador sobre socioeducativo

Por: REDAÇÃO

Em reunião realizada com o governador do Estado, Pedro Taques, nesta quinta-feira (10), uma equipe formada por promotores de Justiça, juízes e o titular da Procuradoria Especializada na Defesa da Criança e do Adolescente, Paulo Roberto Jorge do Prado, sugeriu a formação de uma comissão para estudar possibilidades que viabilizem recursos para criação de novas vagas no sistema socioeducativo.

 

Divulgação

reuniao vagas socioeducativo

 Reunião entre Executivo, Judiciário e o Ministério Público

O governador reconheceu que a situação em todo o Estado é grave, mas enfatizou que o Estado não dispõe de recursos. “Toda ajuda é bem-vinda e estou disposto a somar no que for preciso, mas dentro das nossas limitações. Apoio integralmente a formação dessa comissão e farei o que for possível para resolvermos esta situação”, assegurou o governador.

 

O procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado destacou que, inicialmente, a proposta é priorizar a viabilização de vagas nas unidades de Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças e Tangará da Serra. “Além da destinação de recursos oriundos de acordos judiciais e extrajudiciais, também sugerimos que seja feito um levantamento dos imóveis que o Estado possui e que podem ser vendidos. A situação é muito grave e algo tem que ser feito imediatamente”, ressaltou o procurador de Justiça.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto