Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 14h:23

Tamanho do texto A - A+

Acusado de tentar matar rival a tiros é inocentado em júri popular

Por: WILLIAN BELTER

A juíza Monica Catarina Perri Siqueira, da Primeira Vara Criminal de Cuiabá, absolveu o réu Gabriel Rodrigues Franco, acusado de tentar matar Abraão Moreira Cavalcante. Gabriel foi submetido a júri popular, na quarta-feira (5),  e o Conselho de Sentença que não havia provas suficientes para culpar o homem pelo crime.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

juiza monica catarina perri

 Juiza monica Catarina Perri Siqueira

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE), o delito teria acontecido no ano de 2004 próximo a rodoviária de Cuiabá.

 

“No dia 04 de agosto de 2004, por volta das 13 h, na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, próximo ao trevo da rodoviária, nesta Capital, o acusado Gabriel Rodrigues Franco efetuou disparos de arma de fogo contra Abraão Moreira Cavalcante, que sofreu os ferimentos descritos no laudo pericial, não se consumando o crime de homicídio por circunstâncias alheias a vontade do agente, consistente no fato da vítima ter sido socorrida por populares e encaminhada ao hospital, onde passou por cirurgia emergencial”, diz trecho da denúncia. 

 

A defesa de Gabriel sustentou a tese de legítima defesa e a desclassificação do crime de tentativa de homicídio simples para o crime de lesão corporal.

 

Após ouvirem a acusação e defesa, o Conselho de Sentença se reuniu e votou pela absolvição do réu mesmo reconhecendo o delito praticado.

 

“Acatando a soberana decisão do Conselho de Sentença, a qual estou vinculada, absolvo o acusado Gabriel Rodrigues Franco, o que faço com fundamento no artigo 386, inciso VI, do Código de Processo Penal”, sentenciou a magistrada.

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 1