Sábado, 14 de Abril de 2018, 14h40
MESA DIRETORA
Justino e Misael devem “brigar” pela presidência da Câmara

FELIPE LEONEL

Os vereadores Misael Galvão (PSB) e Justino Malheiros (PV) deverão protagonizar uma disputa pela presidência da Câmara de Cuiabá, que deverá ser realizada em agosto. Apesar de a disputa ocorrer daqui a aproximadamente quatro meses, os parlamentares já começam a costurar apoio com os colegas.

 

HiperNoticias

Justino malheiros/misael galvao

 

No pleito, também está o vereador e 1º vice-presidente da Casa, Renivaldo Nascimento (PSDB) além do vereador delegado Marcos Veloso (PV). Até o momento, nenhum dos possíveis candidatados sinalizaram recuar da posição, apesar de conversas apontarem para a possibilidade de Veloso desistir, pois também tem pretensão de disputar a Assembleia. Além disso, o vereador Juca do Guaraná (PT do B) pode concorrer. 

 

Se a eleição fosse hoje, o vereador Misael Galvão ganharia a disputa com pelo menos 15 votos, conforme apurado pela reportagem. Segundo fontes, o nome do vereador agrega vários segmentos do Palácio Pascoal Moreira Cabral, como alguns dos novatos, como Abilio Junior (PSC), e também parte dos “veteranos”.

 

"Nós não somos a divisão, nós somos de consolidação e construção. Eu não tenho nenhum pensamento de tirar o meu nome da disputa, meu nome está na disputa e eu vou construir uma vitória", garantiu Misael Galvão.

 

Apesar de Misael se despontar na concorrência, os parlamentares preferem manter a cautela, por entender ser imprevisível as eleições para a presidência do Parlamento Municipal. “Acredito que ele tem boas ideias, é um bom administrador, prova disto é o Shopping Popular, está apto para a Câmara. Agora, Mesa é imprevisível. Até o último dia não tem como saber”, afirmou o vereador Abilio Junior. 

 

HiperNoticias

Misael Galvão, Justino Malheiros, Renivaldo Nascimento e Marcos Veloso

 Misael, Justino, Renivaldo e Veloso devem se candidatar

Já o nome de Renivaldo Nascimento estaria enfrentando resistência dos pares, pois o vereador entrou em vários embates nesta legislatura, incluindo embates com o vereador Felipe Wellaton (PV) e com Abílio Junior. O vereador, entretanto, alega que a Câmara precisa de união e criticou a CPI do Paletó, pois a Câmara trouxe para si um problema sem a pertencer.

 

"Nós estamos buscando tentar melhorar a convivência com os vereadores, os debates no plenário, não pode ter pessoalidade e sim debater ideias. Independente de quem será o presidente, precisamos apaziguar, nós trouxemos um problema que não é nosso. Não temos competência para julgar atos de ex-deputados, empresários e ex-governador", disse Renivaldo.  

 

Reeleição de Justino

 

Apesar de o regimento interno proibir a disputa do atual presidente, conversas nos bastidores apontam que Justino Malheiros vem intensificando o ritmo de reuniões com os vereadores. Para concorrer, ele precisaria de apoio dos vereadores duas vezes, uma para alterar o regimento e outra para a eleição de fato.

 

Em algumas dessas reuniões, Justino teria garantido apoio de parte dos vereadores. O vereador Misael acredita que a discussão é “prematura” e não concorda com a possibilidade de mudança do regimento interno da Casa para permitir a disputa de Justino Malheiros.  “Eu acho muito prematuro essa discussão e eu nunca fui chamado para essa discussão”, afirmou Misael.


Fonte: HiperNotícias
Visite o website: http://hipernoticias.com.br