Domingo, 11 de Fevereiro de 2018, 16h30
VEJA FOTOS DO NOVO FOLIÃO
Policiais ajudam mulher dar à luz durante Carnaval na Orla do Porto em Cuiabá

FELIPE LEONEL

Uma jovem, identificada como Debora da Costa Cruz, de 25 anos, deu à luz a uma criança durante o Carnaval da Orla do Porto, na madrugada deste sábado (11), em Cuiabá. A jovem foi ajudada por policiais militares da Cavalaria, que estavam fazendo a segurança das festividades na região do Porto.

 

Cavalaria/ PMMT

parto

 

De acordo com o comandante da Cavalaria, tenente coronel Reinaldo Magalhães, a criança e a mãe foram encaminhados pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para a maternidade do Hospital Santa Helena.

 

Segundo o tenente coronel, a criança é do sexo masculino e nasceu pensando um pouco mais de 2 quilos. Ainda não foi escolhido o nome. Ele nasceu as 00h20 deste sábado. “Mesmo longe das ideais e necessárias condições, veio ao mundo e em segurança, pelas mãos de um fidalgo cavalariano”, descreveu o comandante.

 

Segundo informações do Hospital Santa Helena, repassadas ao comandante da Cavalaria, o período de gestão foi de apenas 35 semanas, quando o normal é entre 37 e 42 semanas.

 

Os policiais, major Robson Fernandes da Silva e o segundo tenente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Márcio Iantorno Bachur, aluno do IV Curso de Policiamento Montado, foram os oficiais que auxiliaram no parto.

 

Eles foram acionados por populares que aproveitavam o carnaval. Quando os policiais chegaram ao local, viram que a parturiente estava em estágio bastante avançado e que não conseguiriam aguardar o socorro médico. Diante disto, os policiais pediram uma lona para deitar a jovem e começar o trabalho de parto. 

 

Segundo Fernandes, ele e outros três policiais militares apenas acompanharam o parto e assim que o bebê nasceu, de imediato ele chorou. “Pela chuva e pelo estado em que a mãe estava.... retirei minha gandola para poder proteger aquelas pessoas, sem pretensões, sem pensar em muita coisa, apenas sentimos o estado de vulnerabilidade que aquelas pessoas se encontravam”, disse ele. 

 

Atualizada às 10h24 para acréscimo de informações. 


Fonte: HiperNotícias - Você bem informado
Visite o website: http://hipernoticias.com.br