Quarta-Feira, 08 de Novembro de 2017, 11h22
A dor da perda
Mas perder faz parte da vida, assim como ganhar

MIRELLA CARVALHO

 

Mirella Carvalho

 

Quem gosta de perder?

Perder um jogo.

Perder aquele brinco que você tanto gosta.

Ou o que é ainda pior: perder alguém.

 

O sentimento da perda nos faz impotente.

Perder aquele grande amor deixa a terrível sensação: e agora?

Perdeu-se, acabou.

Lidar com a perda é algo difícil na vida de qualquer um.

 

Quando a perda nos dá a chance da procura,

a dor ainda se ameniza.

A tentativa da reconquista ou a busca de algo que apenas se extraviou.

O custoso é quando a perda é irreparável, como a morte.

 

Essa semana, minha fiel companheira me deixou.

Partiu para nunca mais voltar.

A casa nunca mais terá aquelas patinhas passeando pelo assoalho.

E eu nunca mais terei aquele minúsculo corpinho peludo em meu colo.

 

Quem nunca teve um cachorrinho

talvez não saiba a reciprocidade e o carinho que há entre o tutor e seu bichinho.

Ainda não consigo falar dela sem que meus olhos denunciem.

A saudade aperta e maltrata meu coração.

 

Mas perder faz parte da vida, assim como ganhar.

E ganhar ela foi o melhor presente que tive.

Foram os dois melhores anos sendo a sua “doninha”.

Por ela, aprendi a ser uma pessoa melhor.

 

E, apesar da dor que despedaça meu coração,

a gente aprende a lidar com a ausência.

Com o silêncio, com a limpeza, com a falta do cheirinho de cachorro.

É, a gente aprende a lidar com a saudade.

 

 

Mirella Carvalho tem um coração assim: cheio de curativos e pontos. Mas ela acredita que isso significa que tentou todas as vezes em que seu coração pediu. E não se arrepende de nada.


Fonte: HiperNotícias
Visite o website: http://hipernoticias.com.br