Sábado, 09 de Setembro de 2017, 13h57
QUEBROU O SILÊNCIO
Emanuel se diz tranquilo e ciente de que deve explicações;"não cometi ilícito", garante

RENAN MARCEL

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), falou pela primeira vez com a imprensa, neste sábado (09), após a divulgação do vídeo em que aparece enchendo os bolsos do paletó de dinheiro.

 

emanuel.jpg

 

Durante visita às  obras de pavimentação no bairro Doutor Fábio 2, o prefeito disse que está tranquilo com relação à acusação. Afirmou que não fez nada ilícito e que está ciente de que a população cobra explicações. Mas disse que só o fará nos autos, por orientação dos seus advogados. 

 

"Estou absolutamente tranquilo quanto a isso. Tenho provas contundentes, documentação que prova o contrário. No momento oportuno, elas vão comprovar o contrário do que foi dito por Silval. Não cometi nenhum ilícito e tenho ações contundentes, que vão ser anunciadas em pouco tempo. A verdade vai aparecer e as coisas vão se esclarecer”, disse. 

 

As imagens fazem parte da delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e o dinheiro, cerca de R$ 20 mil, foi entregue pelo ex-chefe de gabinete Silvio Cezar Correa Araújo. Emanuel era deputado na época e é acusado de ter recebido mensalinho (propina) para apoiar a gestão de Silval na Assembleia Legislativa.

 

Desde que o vídeo foi divulgado e a delação de Silval promoveu um verdadeiro terremoto na classe política mato-grossense, Emanuel estava afastado da imprensa e até mesmo das redes sociais, nas quais costumava fazer anúncios da sua gestão e se manifestar em atos públicos. O único comentário que fez sobre os vídeos foi feito por meio de nota, na qual disse que as imagens foram distorcidas. Nesse sábado, ele voltou a afirmar isso.

 

“Já havia dito [na nota] que a imagem estava deturpada. Descontextualizaram a imagem, e é isso que vamos mostrar na nossa linha de defesa".

 

O prefeito também disse estar ciente de que o povo cuiabano cobra explicações sobre as imagens e sobre a origem do dinheiro, que Silval diz ser propina.  "A sociedade terá essa explicação, as coisas serão esclarecidas e eu sou o maior interessado nisso. Eu não tenho nada a ver com isso e isso vai ser provado”, finaliza.

.


Fonte: HiperNotícias
Visite o website: http://hipernoticias.com.br