Quinta-Feira, 10 de Agosto de 2017, 08h36
"CANDIDATO UNGIDO"
"Prisão de Paulo Taques não afeta governo", diz senador Medeiros

FELIPE LEONEL

O senador José Medeiros (PSD) afirmou que a prisão do ex-secretário da Casa Civil e primo do governador Pedro Taques (PSDB), Paulo Taques, não deve afetar o governo. Ele comparou o ex-secretário a José Dirceu, quando o mesmo saiu do governo Lula. 
 
 

Alan Cosme/HiperNoticias

jose medeiros

 

"Como o Paulo era uma figura muito forte no governo, eu comparo com a saída do Zé Dirceu do governo Lula. O desgaste ficou no Dirceu, não ficou no Lula. Eu vejo que esse degaste pega mais no Paulo em si, do que no governo", avaliou o senador. 
 

Segundo o parlamentar, seria hipocrisia dizer que o fato não gera nenhum tipo de desgaste. No entanto, o que deverá pesar no momento da eleição, no próximo ano, será como governo tem conduzido a economia e gestão do Estado. 
 

Medeiros disse também que o governador Pedro Taques tem mostrado musculatura, o que credencia o tucano à disputar a reeleição.
 
 
"Todo o candidato para ser 'ungido', tem que mostrar musculatura e o governo tem caminhado neste sentido. Tem inaugurado muitas obras, está com canteiros de obras nos quatro cantos do Estado, se viabilizou", garantiu. 
 

O senador ainda disse que um dos pontos positivos  é que Taques conseguiu selar as pazes com os servidores estaduais, que clamavam pelo pagamento da Revisão Geral Anual (RGA). 
 

"Hoje, eu tenho visto que o governo tem caminhado bem, pelo menos com os servidores já não tem mais desgaste. Mas como na política muda toda hora, não dá para fazer nenhuma previsão". 
 

Medeiros assegurou que os partidos da base aliada tem se mostrado unidos, para manter o projeto que foi vencedor nas eleições passadas. "Agora se está havendo discussões, no sentido de mudar o candidato, eu não tenho participado", finalizou Medeiros. 
 

Fonte: HiperNotícias
Visite o website: http://hipernoticias.com.br