Quarta-Feira, 16 de Maio de 2018, 16h:06

Tamanho do texto A - A+

Tenistas de Cuiabá disputam liderança do ranking estadual

Por: REDAÇÃO

Edberg Rezende e Givanildo Almeida lideram o Circuito Estadual de Tênis de Mato Grosso, na categoria 1ª Classe, empatados com 290 pontos e o desempate poderá acontecer nesta semana, na 5ª etapa da competição, chamada LCA Tênis, que será realizada de quinta-feira (17) até domingo (20.05), na Academia Ace Tênis, em Primavera do Leste (245km de Cuiabá).

 

Junior Martins

givanildo almeida tenista

 Givanildo Almeida

Edberg Campelo Rezende, um empresário de 27 anos, encostou no líder após ser vice-campeão na etapa anterior, que ocorreu na cidade de Sinop (480km de CBA), de 19 a 22 de abril, no Sinop Tênis Clube. E, segundo ele, a preparação é feita duas vezes por semana na Academia Cia do Tênis. E a estratégia será de impor o próprio jogo sobre os adversários, independente de quem seja.

 

“A expectativa é de repetir os bons resultados das etapas anteriores. Para atingir a ponteira do ranking será preciso obter um resultado melhor do que o principal oponente, que é o Givanildo. Somos grandes amigos, conheço ele desde quando comecei a praticar tênis, quando eu tinha seis anos de idade, e temos uma rivalidade saudável, mas agora é minha vez de ganhar”, disse o tenista, Edberg.

 

No torneio anterior, Edberg começou com vitória sobre Gabriel Vonjonie por dois sets a zero e placar parcial de 6/3 e 7/5. Depois venceu Clodoaldo Piacentini por duplo 6/0 (bicicletinha), em seguida superou Bruno França por 3/2 (desistência) e, na partida final, sofreu uma derrota para Plínio Gomes por dois sets a um e placar parcial de 6/4, 2/6 e 3/10. Edberg também foi vice no torneio em Sorriso.

 

Já Givanildo Almeida, um professor de tênis de 56 anos, e que é o atual campeão estadual (título de 2017), na 1ª Classe, foi semifinalista no torneio anterior (4ª etapa - Sinop) e campeão no torneio em Sorriso (2ª etapa). E, de acordo com a comunidade de atletas e torcedores, um dos tenistas mais técnicos, estratégicos, resistentes e duros de vencer.

 

Conforme a Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), que é a instituição organizadora em parceria com os clubes e academias-sedes, outras dez etapas ou torneios estão programados para o ano. Ainda haverá sete torneios na capital mato-grossense, um em Rondonópolis, outro em Sinop e outro em Sorriso. Mais informações estão disponíveis no site e na página da federação no Facebook.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei