Quarta-Feira, 08 de Novembro de 2017, 11h:54

Tamanho do texto A - A+

Messi vê Brasil, Espanha, França e Alemanha como favoritos a ganhar a Copa

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

A Argentina suou para garantir vaga na Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem, e, talvez por isso, Lionel Messi não vê o país como um dos favoritos ao título. Para o craque do Barcelona, Brasil, Alemanha, Espanha e França largam na frente como principais candidatos ao título da competição.

"Espanha, Brasil, Alemanha e França. Hoje em dia, são as equipes que melhor imagem estão passando e as que fazem o melhor jogo", declarou em entrevista ao canal argentino TyC Sports, deixando a própria seleção de fora da lista.

Messi concedeu a entrevista em Moscou, onde a Argentina encarará a Rússia em amistoso nesta sexta-feira. A partida marcará a reinauguração do Estádio Luzhniki, que será o palco da final da Copa do Mundo de 2018.

Apesar da opinião de Messi, a Argentina será cabeça de chave do Mundial, graças à posição no ranking da Fifa. O sorteio dos grupos da Copa, que acontecerá no dia 1.º de dezembro, pode colocar o país na chave de uma das seleções apontadas pelo craque como favoritas, a Espanha, que está no pote 2. Mas ele quer evitar este confronto antecipado.

"Não gostaria de cruzar com a Espanha, que é um dos rivais que poderia nos enfrentar pelo sorteio. Pelo jogo que tem, tê-la no grupo nos traria um rival muito difícil. Prefiro evitá-la, pelo que significa, pelo que é, pelo que tem", admitiu.

Messi foi fundamental para garantir a Argentina na Copa do Mundo de 2018. Em baixa nas Eliminatórias e após surpreendentes empates em casa contra Peru e Venezuela, o país entrou na última rodada precisando vencer o Equador na altitude de Quito para ficar com a vaga. E após sair atrás no placar, o craque marcou os três gols da vitória por 3 a 1.

"Sofremos mais do que o merecido, porque poderíamos ter classificado antes. Sempre imaginei que íamos passar adiante, mas também pensava que íamos vencer a Venezuela em casa, assim como o Peru, para conseguir a classificação antes de chegar ao Equador, por tudo que significava definir a vaga lá", admitiu.

Mas se não vê a Argentina como favorita, Messi confia na possibilidade de título e já fez até promessa em caso de conquista. Ele garantiu que se a seleção fora campeã, vai caminhar por quase 38km de sua casa, em Arroyo Seco, até a Basílica de San Nicolás. "Vamos para San Nicolás. Se tiver que ir, vamos!", afirmou.

(Com Agência Estado)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei