Terça-Feira, 24 de Janeiro de 2017, 15h:40

Tamanho do texto A - A+

Relacionamento entre motoristas e usuários do transporte coletivo deve ser respeitoso

Por: REDAÇÃO

 

Bruno Lopes

AMTU

 

Entre 2016 até o primeiro mês de 2017 as empresas de transporte coletivo já realizaram cerca de 80 treinamentos para cerca de 700  motoristas. Vários temas são abordados, que vão desde ser responsável e pontual , uma característica valiosa em um profissional do segmento de transporte de passageiros até ética e postura profissional, segurança nos ônibus, uso do extintor, mecânica básica, boas práticas do bom motoristas para com a pessoa idosa, a lei da Parada Segura, prevenção a multas e acidentes, direção defensiva, condução econômica e novas tecnologias dos carros novos.

 

“Os cursos, capacitações e treinamentos são constantes para garantir a confiança e o profissionalismo que a empresas precisam para executar suas tarefas no transporte coletivo”, disse o presidente da AMTU, Ricardo Caixeta. Este ano, todos os motoristas foram orientados quanto a Lei Municipal nº 6.115 de outubro do ano passado. A nova lei determina que todos os assentos dos ônibus são preferencialmente de idosos, gestantes, pessoas obesas, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e pessoas acompanhadas por crianças de colo.

 

A psicóloga e coordenadora de Recursos Humanos da Pantanal Transportes, Taline Comarella de Souza, explica que o trabalho do motorista de transporte coletivo pode ser considerado desgastante, uma vez que sofre influência de fatores ambientais do local de trabalho. “Estes profissionais são pessoas, pais de família que atuam em um ambiente expostos a fatores climáticos (calor), condições do trânsito (congestionamentos, acidentes.), e as condições das vias públicas que nem sempre estão em boas condições. Além disso, são fiscalizados quanto ao cumprimento de horários, relacionamento com passageiros, responsabilidade e segurança, afinal transportam vidas, sonhos”, comenta.No dia a dia do transporte, todos os envolvidos precisam ter paciência e respeito.


Taline conta que o projeto chamado “Capacitação Continuada” da Pantanal Transportes, “onde anualmente nossos motoristas são capacitados com cursos desde direção defensiva, condução econômica, leis de trânsito, atendimento ao cliente até relacionamento interpessoal, comunicação e motivação – que são temas importantíssimos para que o profissional saiba lidar com o público. Entenda o seu trabalho como algo que lhe traga prazer e o mais importante que sinta-se valorizado, afinal exerce uma profissão digna, importante e de muita responsabilidade.

Motoristas com um maior grau de especialização podem trazer benefícios para a empresa e uma melhor utilização dos veículos para maior durabilidade. As de segurança, tanto as da profissão quanto as estabelecidas pela empresa, devem ser exigidas de um motorista para permitir o engajamento dele de acordo com os padrões da organização para reduzir o risco de perdas. Essa capacitação foca no treinamento para a prevenção de acidentes que possam gerar danos à empresa, à vida e ao meio ambiente.

 

Cada modelo de veículo tem suas próprias características e padrões de uso. É muito importante que um motorista saiba lidar com o principal instrumento de trabalho de forma correta e segura com o intuito de melhorar a produtividade da empresa. Essa capacitação poderá tornar o motorista um instrutor para os demais funcionários que componham a equipe de profissionais.

 

São feitas também simulações de emergências. Sabemos que prevenir é melhor que remediar para evitar acidentes, mas existem situações em que se torna inevitável. O motorista precisa saber conduzir a situação da melhor maneira possível a fim de reduzir danos e preservar a vida dos passageiros.

 

“A conduta de um profissional pode ser medida de acordo com os comportamentos apresentados de forma individual, ou na coletividade, e é uma das maiores preocupações das empresas de transporte atualmente. O motorista deve ser capacitado para saber se portar diante de situações”, explica o gerente operacional da Pantanal Transportes, Marcos Assis Braga.

 

(informações da assessoria)

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei