Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2018, 14h:07

Tamanho do texto A - A+

Milho deve ter preço melhor este ano, avalia o secretário de Política Agrícola

Por: MAURO CAMARGO/ DA EDITORIA

Juliano Olejas

Parecis superagro

 

O preço do milho deve atingir patamares mais elevados este ano em razão da redução da produção. O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, divulgou na manhã desta quinta-feira (11),  4º levantamento da Safra 2017/18 e previu queda de 5 milhões de toneladas de milho.

 

“O cultivo do milho perdeu espaço para a soja”, disse Geller, ao estimar a produção do grão em 25,1 milhões de toneladas na primeira safra, de acordo com dados da Conab.

 

De outro lado, o secretário Neri Geller anunciou a previsão de uma safra geral maior, podendo atingir cerca de 227,9 milhões de toneladas para uma área plantada de 61,5 milhões de hectares.

 

A estimativa é a de que os produtores brasileiros vão colher 110,4 milhões de toneladas de soja nesta safra. Outro destaque é o crescimento da produção do algodão cuja área plantada aumentou em 12% em relação à safra anterior.

 

Geller atribui os bons números da produção nacional não apenas ao clima, mas principalmente “a tecnologia incorporada” nos últimos anos pelo produtor rural. “Isso faz com que as estimativas continuem muito otimistas para a próxima safra”, disse o secretário.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto