Domingo 19 de Fevereiro de 2017
pesquisas

Domingo, 25 de Dezembro de 2016, 08h:35

Tamanho do texto A - A+

Flor Ribeirinha vai representar o Brasil no maior festival de folclore do mundo

Por: REDAÇÃO

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, recebeu nesta quinta-feira (22) o grupo cultural Flor Ribeirinha, que acaba de receber o troféu de vice-campeão do Cheonan World Dance Festival 2016, na Coreia do Sul. Companhias de danças folclóricas de mais de 20 países participaram do evento.

 

Assessoria

Flor Ribeirinha

 

As informações são da assessoria de imprensa.

 

No encontro, Paulo Taques assistiu ao vídeo da apresentação de siriri realizada em Seul e ficou emocionado. “É algo que me orgulha muito como cuiabano e mato-grossense ver a nossa cultura divulgada, reconhecida e premiada do outro lado do mundo. É um feito histórico”, comemorou.

 

Como resultado do vice-campeonato na Coreia do Sul, o grupo Flor Ribeirinha foi convidado a participar do Festival Internacional de Arte e Cultura de Büyükçekmece, em Istambul, na Turquia, considerado um dos maiores eventos de folclore do mundo. O festival será realizado no segundo semestre de 2017.

 

“O governador Pedro Taques determinou que fosse dado todo apoio à cultura regional. Teremos a satisfação de ajudá-los. Patrocinar a cultura é bem empregar o dinheiro público”, acrescentou o secretário.

 

A fundadora e presidente da associação, Domingas Leonor, contou que a expectativa dos coreanos era por samba, mas que todos se surpreenderam com o siriri. “Agradeço a Deus por nos ter dado esse privilégio. Ser vice-campeão mundial é muito importante, é uma coisa que fica marcada para o resto da nossa vida”, disse, agradecendo o apoio.

 

Neto de dona Domingas, o coreógrafo Avener Albino destacou o importante papel do governo em apoiar a difusão da cultura de Mato Grosso. “A gente está aqui agradecer ao governador pelo apoio para que pudéssemos chegar até a Coreia do Sul para mostrar a cultura mato-grossense. Com esse excelente resultado, o grupo foi selecionado para o maior festival do mundo”.

 

O encontro foi encerrado com uma “palhinha” de música entre Domingas, o cantor Edmilson Maciel e Paulo Taques, que improvisou um ganzá utilizando a espiral de um caderno.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei








Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

Faiad recebe visita no CCC

Dois fuzís em dez dias

Batata quente

Explosão e apagão

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas