Sexta-Feira, 15 de Junho de 2018, 08h:14

Tamanho do texto A - A+

Exposição, em cartaz no Sesc Poconé, retrata lendas das águas de Mato Grosso

Por: REDAÇÃO

O Sesc Pantanal recebe em Poconé (a 110 Km de Cuiabá) a exposição Deságua, de 16 de junho a 29 de julho. A mostra do artista mato-grossense André Gorayeb conta um pouco das histórias, mitos e contos que envolvem o Rio Cuiabá, o Pantanal e as lagoas de Chacororé e Siá Mariana. Conhecido em Cuiabá pelos grafismos espalhados pela cidade e reconhecido pela crítica especializada, Gorayeb traz essa forte marca à exposição, que começou a ser desenvolvida em 2014. A exposição estará aberta ao público todos os dias da semana, na Sala Multiuso do Sesc Poconé, das 8h às 12h e 14h às 18h, com entrada gratuita.   

 

Divulgação

exposicao sesc

 

“Dialogando com a temática do meio ambiente, realizaremos a exposição Deságua do jovem Artista André Gorayeb, que usa sua técnica para provocar a população a refletir sobre os caminhos que a degradação ambiental pode nos levar”, explica a analista de cultura da Unidade, Poliana Queiroz. 

 

"Este jovem artista busca produzir um encantamento dos seres que habitam o mundo das águas. No seu universo poético, os indivíduos se retroalimentam da natureza e sofrem com a interferência do homem, o elemento desagregador desse habitat", afirma o Membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte ABCA, José Serafim Bertoloto. 

 

Além do grafismo, a exposição individual Deságua conta com obras em giz pastel e telas em acrílico. No entanto, o conjunto de artes não se limita a quadros e gravuras, mas cria uma dinâmica da realidade dos rios e lagoas no mundo moderno, a partir de objetos que estão presentes no dia a dia. Na exposição, os visitantes também poderão encontrar alguns dos seres míticos dos contos mato-grossenses, como o Minhocão do Pari e o homem-peixe. Além de uma crítica sobre a maneira como esses ambientes naturais sofrem com a política de um mundo moderno e capitalista, pontua o artista. 

 

"Essa exposição não tem a intenção de apresentar-nos uma representação de água como ela é em sua liquidez e transparência, mas sim, o seu universo metafórico, como um diásporo decorrente de sua movimentação ao incorporar elementos poluidores, de toxidez e destruição", avalia José Serafim Bertoloto. 

 

O Sesc Poconé 

É uma das unidades que integram o Sesc Pantanal e tem como objetivo a promoção da valorização da cultura, da qualidade de vida e fortalecimento da cidadania junto à comunidade local. A unidade está localizada na Avenida Generoso Ponce, na entrada da Rodovia Transpantaneira, no Centro de Poconé.

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei