Sábado, 02 de Dezembro de 2017, 08h:20

Tamanho do texto A - A+

UFMT oferece 30 vagas para novo curso a partir do ano que vem

Por: REDAÇÃO

O  curso bacharelado em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Mato Grosso  irá gradualmente, substituir o curso de Radialismo. O anuncio foi feito essa semana pelos professores da faculdade de Comunicação e Artes da universidade.

 

G1 MATO GROSSO

UFMT

 UFMT campus Cuiabá

Conforme planejamento, os dois cursos seguirão simultaneamente até que seja forma do último aluno de radicalismo na unidade. A criação do novo curso atende a antiga cobrança de profissionais da área.

 

“Os dois cursos vão conviver simultaneamente, até que se forme o último aluno de Radialismo”, destacou o coordenador de ensino e graduação, Moacir Francisco, que está à frente do processo de transição entre as duas estruturas curriculares.

 

Ainda de acordo com o professor, os estudantes de Radialismo terão a oportunidade de realizar as disciplinas da nova estrutura que não possuem equivalência na graduação atual de maneira complementar. “São disciplinas como Cinema Brasileiro, Teoria do Cinema e Animação, que serão ofertadas para os alunos do curso de Radialismo como disciplinas optativas”, observou.

 

“Há, muitas vezes, uma ideia equivocada de que o profissional de Radialismo tem como campo de atuação somente o rádio, quando na verdade ele é um profissional de audiovisual, podendo atuar em várias frentes, incluindo o cinema”, explicou o coordenador. “A implantação do curso de Cinema e Audiovisual vem corrigir essa defasagem de nomenclatura, no momento em que o mercado expande as possibilidades de atuação desse profissional em face das tecnologias multimídias, principalmente da Internet”, finalizou.

 

O curso de Cinema e Audiovisual da UFMT foi criado pela Resolução Consepe nº 133, de 30 de outubro de 2017, que aprovou o Projeto Pedagógico do novo curso. A partir de março de 2018, através do Sistema de Seleção Unificada  (Sisu), serão ofertadas 30 vagas anuais para a graduação, sendo 15 para o primeiro semestre e 15 para o segundo. Os estudantes terão o período mínimo de oito e máximo de doze semestres para concluir o curso. 

 

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto