Quarta-Feira, 04 de Janeiro de 2017, 10h:22

Tamanho do texto A - A+

Sesp vai reforçar segurança na Serra do Caldeirão em Pontes e Lacerda

Por: REDAÇÃO

Três ações efetivas nas esferas administrativa, judicial e policial serão tomadas para combater a terceira invasão na Serra da Borda, em Pontes e Lacerda (483 km a Oeste de Cuiabá), para o garimpo ilegal de ouro. Esta decisão foi tomada após reunião realizada no Ministério Público do município reunindo representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros na tarde desta terça-feira (03).

 

HiperNotícias

Garimpo Pontes e Lacerda

 

Em uma Ação Civil Pública conjunta contra a União que será proposta nas próximas semanas, os Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF) vão cobrar na Justiça Federal em Cáceres que as forças de segurança federais retirem os invasores da área e permaneçam no município e para que a União assuma o patrulhamento da área. “A gente sabe das dificuldades da Polícia Federal de Cáceres em manter sozinha a segurança. Também vamos requerer na ação que a União indenize o município de Pontes e Lacerda pelas mazelas causadas pelo garimpo ilegal”, explicou o promotor de justiça Frederico César Batista Ribeiro.

 

Também ficou definido que nesta semana a Polícia Civil e a Polícia Militar vão reforçar a segurança na cidade de Pontes e Lacerda com o envio de força policial especializada e da inteligência. A ideia é garantir a segurança da população local. “As nossas tropas vão trabalhar em conjunto para dar o auxílio necessário às forças de segurança federais e vão permanecer o tempo necessário”, comentou o secretário adjunto de Integração Operacional da Secretaria de Segurança Pública, coronel Marcos Cunha.

 

A terceira medida é que o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, irá até Brasília para colocar as forças de segurança estadual à disposição dos Ministérios da Justiça e da Defesa para uma operação integrada de reintegração da área invadida, e que apoiará a Força Nacional e o Exército para a retirada dos invasores, independente da ação civil pública.  Entretanto, exigirá da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) que mantenha efetivo suficiente da Força Nacional no local após a operação, evitando assim, novas invasões.

 

O delegado da Polícia Federal em Cáceres, Vagner de Moraes Alamino, disse também que vai solicitar reforços no Departamento de Polícia Federal, em Brasília. “A PF está muito sensível a essa causa. A delegacia de Cáceres não tem como atuar sozinha e precisamos de ajuda de Brasília. A afronta desses invasores é muito grande. O negócio agora está diferente”.

 

Mineradora

 

Na Ação Civil Pública, o promotor Frederico Ribeiro disse que também pedirá que o DNPM seja ágil em autorizar a lavra de ouro na Serra da Borda. Hoje ainda está apenas na fase de estudos.

 

“Embora a área seja da União, com tutela particular da mineradora, os problemas causados pela indefinição sobre a exploração do minério tem causado problemas que desencadeiam na Segurança Pública da região, com o aumento de casos de roubos e furtos causados com a corrida pelo ouro. Antes tínhamos 160 presos, agora tem 260, 270”.

 

Com a autorização de exploração do ouro por uma empresa seja ela a atual mineradora ou outra, cabe a esta ser a responsável pela segurança do local com a contratação de segurança particular.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




1 Comentários

milton ribeiro - 04/01/2017

Muito bem! Vamos por a seguranca publica, nosso dinheiro a servico de uma Empresa Multinacional, qu detem um sub solo ha anos, somente para especulacao, enquantos brasileiros desempregados nao podem trabalhar na terra. Hoje, ao lado da Secretaria de Educacao teve seu veiculo roubado, ladroes queriam leva-la, houve resistencia e um dos bandidos a queima roupa deu um tiro na cabeca da servidora; um milagre aconteceu, a bala atingiu a cabeca da servidora de raspao. E ai o Governador vai mandar policiais protegerem propriedade privada?

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA