Segunda-Feira, 11 de Fevereiro de 2019, 18h:09

Tamanho do texto A - A+

Servidores realizam paralisação de 24h e ameaçam greve geral

Por: WILLIAN BELTER

Em estado de greve declarado desde a última semana, servidores públicos de diversas categorias devem participar do ato unificado na terça-feira (12).

 

REPRODUÇÃO

greve professores

 

O ato foi convocado pelo Fórum Sindical e é uma reação contra o pacote de medidas aprovado pelo governador Mauro Mendes (DEM), contendo um conjunto de leis e o decreto de “Calamidade Financeira”. Pelo menos 15 categorias vão fazer uma paralisação de 24 horas, a partir da meia noite desta terça-feira (12).

 

A concentração está programada para às 14h, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA). No interior, os atos estão sendo programados para ocorrer em cidades polo.

 

Conforme o representante do Sintep/ MT no Fórum Sindical, professor Orlando Francisco, as categorias buscam um diálogo aberto com o Governador Mauro Mendes (DEM), no entanto, caso o diálogo não ocorra, os servidores decidirão cruzar os braços.

 

“Vamos rebater ao ponto da coisa mudar de eixo. Por isso estamos em estado de greve. Caso não haja um acordo com o governo, entraremos em greve geral. A educação está retornando hoje, os professores estão conversando com os alunos e com os pais sobre a paralisação amanhã e do ato público”, afirmou. 

Avalie esta matéria: Gostei +5 | Não gostei - 1