Sábado, 02 de Setembro de 2017, 14h:48

Tamanho do texto A - A+

Restaurante Popular de Cuiabá adere a alimentação sustentável

Por: DA REDAÇÃO

Além da redução no valor das refeições no Restaurante Popular, aplicado no ínicio do mês de junho, nas quartas-feiras os consumidores poderão adotar uma opção diferenciada nas refeições. Buscando conscientizar o público sobre um cardápio mais saudável e sustentável, a Prefeitura de Cuiabá aderiu ao selo de Alimentação Consciente, conferido pela ONG Alimentação Consciente Brasil.

 

RESTAURANTE POPULAR

 

A medida, já implantada em escolas da rede municipal de ensino, visa a substituição de alimentos de origem animal para os de fontes vegetais como grãos, cereais, frutas e hortaliças. No Restaurante Popular, por exemplo, o cidadão poderá fazer a substituição uma vez durante a semana.

 

A refeição basicamente não representa mudanças significativas no aspecto físico, porém, os beneficios à saúde faz toda a diferença, além de representar um avanço na política pública de incentivo a alimentação nutritiva.

 

Diariamente, o Restaurante Popular recebe mais de mil clientes, de segunda á sexta. Após a redução de 25% no valor das refeições, o número de consumidores aumentou significativamente, conforme declarou Altair Lacerda, administrador do restaurante. O almoço custa R$ 3,00.

 

“Depois que o prefeito Emanuel Pinheiro aplicou o desconto no valor das refeições, o restaurante teve um aumento na produção de 50%. Para o trabalhador assaliarado, a redução é muito significativa. Também pude notar que, a partir da implantação da alimentação consciente, os consumidores tiveram uma boa aceitação”, disse.

 

De acordo com o secretário municipal de Assistência Social, Wilton Coelho, com a resposta positiva do público, a meta é dar maior projeção dentro do municipio e adquirir novos hábitos.

 

Alimentação Consciente 

 

O Alimentação Consciente Brasil segue recomendações de algumas instituições mundiais em assuntos relacionados ao meio ambiente e saúde, como a Organização das Nações Unidas e a American Heart Association, e deve impactar diretamente cerca de 60 mil refeições diárias servidas nas escolas do município.

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto