Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 09h:55

Tamanho do texto A - A+

Projeto Em Nome do Povo cobra atuação de políticos em bairros carentes da Capital

Por: CAMILLA ZENI

A Câmara dos Vereadores de Cuiabá recebeu nesta quinta-feira (20) representantes do projeto Em Nome do Povo, que tem por objetivo levar demandas da população aos políticos da Casa. Apresentado por Gabriel César Ricas Leite na tribuna livre, o trabalho chamou a atenção dos vereadores, que apoiaram e parabenizaram a iniciativa.

 

Reprodução/Arquivo Pessoal

em nome do povo

Grupo percorreu Dr Fábio 1 colhendo demandas

O Em Nome do Povo foi idealizado pelo próprio Gabriel, estudande de Direito, de apenas 19 anos. Segundo ele, a inspiração veio do amor que sente pela cidade aliado à indignação ao ouvir a reclamação de colegas que desejam sair da Capital em razão dos problemas enfrentados diariamente.

 

"Eu sou apaixonado por Cuiabá", comenta o rapaz. "Eu ouço colegas falando que quando estiverem formados querem mudar de Cuiabá, porque aqui não tem estrutura, porque tem problema de esgoto, insegurança etc. E eu sempre falei que, então, nós devíamos lutar para mudar a cidade, para fazê-la crescer".

 

Com a ideia em mente, Gabriel convocou alguns amigos e elaborou o projeto em janeiro deste ano. O grupo ficou, então, formado por sete jovens com idades entre 19 e 26 anos. Conforme explica o rapaz, o intuito do projeto é coletar as demandas da população e fazê-las chegar até os vereadores que foram mais votados nas regiões. 

 

"Tem alguns candidatos que vão até os bairros durante as campanhas, prometem soluções emergentes, mas quando são eleitos esquecem e não dão mais nenhuma resposta. E a gente quer cobrar essa resposta", explicou.

 

A fim de concretizar o objetivo de ser um porta voz da sociedade cuiabana, a primeira ação do grupo foi no dia 25 de fevereiro, no bairro Doutor Fábio 1, em Cuiabá. O primeiro político contatado para ouvir as demandas foi o vereador Misael Galvão. Segundo Gabriel, os jovens foram bem recebidos pelo político, que apresentou os projetos elaborados por ele que se relacionam com as demandas da comunidade.

 

Outro ponto abordado pelo grupo serão as continuações dos projetos já aprovados na casa. Segundo Gabriel, o poder executivo também será cobrado, para dar encaminhamento às demandas que se encontram paradas na prefeitura.

 

"Nesse ponto eu tenho me sentido bem feliz. Os vereadores têm nos acolhido e apoiado e isso é muito bom", comenta. "O nosso intuito não é difamar ou denegrir a imagem de ninguém, mas trabalhar junto deles, somar. Ajudar também com a cobrança, mas levar sugestões, projetos sobre determinados bairros", explica o idealizador do projeto. Segundo Gabriel, o grupo também busca "despertar na população a cultura de buscar seus direitos". 

 

As solicitações de visitas em bairros chegam pela página do projeto no Facebook. Assim, o Em Nome do Povo também já esteve nos bairros Chico Mendes, Três Poderes e, mais recentemente, no Jardim Itapuã. Lá, identificaram problemas como saneamento básico, iluminação pública e a limpeza das ruas. Na região, o vereador mais votado foi Mário Nadaf, que deverá receber o grupo na próxima terça-feira (25).

 

O próximo local a receber o grupo também já está definido, conforme comenta o rapaz. "Vamos visitar agora o bairro Serra Dourada, no dia 6 de maio, para fazer o trabalho com a comunidade deles, colhendo informações para levar aos vereadores", diz.

 

Ações solidárias também serão parte da atuação feita pelo projeto. Um "Dia da Alegria" já foi pensado pelos jovens. Previsto para o mês de agosto, o projeto visa promover a educação por meio do esporte. "Vamos fazer uma mini-olimpíadas com as crianças, para que eles se divirtam", comenta Gabriel.

 

Quem quiser conhecer mais o projeto, seguir os passos dos rapazes ou dar sugestões, pode contatá-los pela página no Facebook.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto