Sexta-Feira, 22 de Fevereiro de 2019, 17h:28

Tamanho do texto A - A+

Novas adutoras são implantadas às margens da BR-364

Por: REDAÇÃO

Neste tricentenário da capital mato-grossense, a Águas Cuiabá, em alinhamento estratégico e parceria com a Prefeitura da Capital, tem concentrado esforços técnicos e investimentos para dar fim ao regime de intermitência na distribuição de água à população. Neste contexto, a construção do Sistema Sul de Tratamento e Distribuição encontra-se em franca execução. Além da edificação da nova estação de tratamento de água (ETA Sul), cuja etapa de terraplanagem está quase concluída, teve início a instalação de seis mil metros de adutoras. As tubulações estão localizadas em duas vias da BR 364, em trecho próximo ao Residencial Santa Terezinha. No total, o Sistema Sul é resultado do investimento de R$ 65,3 milhões, dos quais R$ 24 milhões são utilizados na instalação de adutoras.

 

Assessoria

Adutoras/ Águas Cuiabá

 

Saindo das ETAs e dos reservatórios, as adutoras são os principais canais de distribuição da água, que depois se ramificam por outras tubulações e cavaletes até a chegada às torneiras das unidades consumidoras. Dando continuidade aos trabalhos do Sistema Sul, as equipes de instalação encontram-se atualmente na rodovia, no sentido Cuiabá-Rondonópolis, no trecho entre a Rua X e Rodovia dos Imigrantes. A previsão é que as obras de instalação das adutoras sejam concluídas até o fim do mês de abril. Com o objetivo de causar o menor impacto possível ao trânsito, a concessionária planejou a implantação das tubulações, em grande parte, sob calçadas e acostamento.

 

O Sistema Sul, que representa um ganho de qualidade operacional no saneamento básico do município, é composto por uma ETA apta a tratar 750 litros de água por segundo, quatroreservatórios com capacidade total de armazenagem de 18 milhões de litros e também por trêsquilômetros de adutoras. O novo sistema beneficiará 203 mil pessoas em 83 bairros da Capital mato-grossense, fruto do investimento de R$ 65,3 milhões. “Humanizar significa priorizar as pessoas. As obras e os investimentos só fazem sentido quando atendem àquilo que, de fato, a comunidade precisa. Temos dito que nossa gestão será conhecida e reconhecida como aquela que mudou a história do saneamento de Cuiabá. E quais serão os efeitos disso? Mais saúde e qualidade de vida, com acesso ao saneamento básico de qualidade que as famílias cuiabanas merecem”, pontua o prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro.  

 

As adutoras desse trecho fazem parte da conclusão das obras do Sistema Sul, e vão beneficiar as comunidades do Distrito Industrial, Jardim Passaredo e dos residenciais Recanto do Sol, Alice Novacki, Nilce Paes Barreto, Santa Terezinha e Lagoa Azul. “Hoje, muitas dessas localidades são abastecidas por poços. A entrada em operação do Sistema Sul significa um ganho de qualidade e regularidade no fornecimento de água, o que representa mais qualidade de vida e saúde para as pessoas. Estamos mantendo, mesmo em período de chuva, o ritmo de obras necessário ao atendimento dos prazos determinados pelo Poder Concedente e Ministério Público Estadual (MPE). A evolução dos trabalhos segue sob o crivo da Agência Reguladora (Arsec) e quem ganha com isso é a população, pois Cuiabá passará a figurar entre os municípios mais bem atendidos nacionalmente pelo sistema público de saneamento básico”, observa Luiz Fabbriani, diretor geral da Águas Cuiabá.

  

Sobre a Águas Cuiabá

 

A Águas Cuiabá assumiu o serviço de água e esgoto da Capital em 2017, com a responsabilidade de atender a uma população de 580 mil pessoas. Desde então, trabalhou e investiu para o aumento do tratamento da água entregue ao cliente. Em conjunto com os Poderes elaborou projetos para atender cada vez mais cidadãos com os nossos serviços. Em razão das características de nossas atividades, também mantemos profunda inserção na vida das comunidades, onde desenvolvemos ações e programas que ajudam a elevar a conscientização socioambiental, alcançando milhares de pessoas. 

 

Sobre a Iguá

 

A Iguá é uma nova companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em cinco estados brasileiros: Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná, por meio de 18 operações, que, somadas, beneficiam cerca de 6,6 milhões de pessoas. O alcance da prestação de serviços coloca a companhia entre os principais operadores privados do setor de saneamento no país. O nome Iguá é uma referência direta ao universo de atuação da companhia: em tupi-guarani, “ig” que dizer água.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto