Quinta-Feira, 01 de Março de 2018, 12h:07

Tamanho do texto A - A+

Menina de 7 anos é picada por escorpião dentro de Policlínica do Verdão

Por: LUIS VINICIUS

Uma criança de 7 anos foi picada por um escorpião enquanto aguardava atendimento médico dentro da Policlínica do bairro Verdão, na manhã desta quinta-feira (1), em Cuiabá. A denúncia foi feita pela mãe da vítima, que acompanhava a menina na unidade de saúde.

 

Reprodução

picada de escopião na policlinica do verdão

 

Segundo Janaina Miranda, a sua filha, identificada como, K.V, foi levada até a unidade de saúde para realizar uma pequena cirurgia para a retirada de uma verruga na boca.

 

Enquanto mãe e filha aguardavam o atendimento, a menina disse que queria ir ao banheiro. O sanitário estava ocupado e a criança, acompanhada de sua mãe, teve que aguardar do lado de fora.

 

“Eu vim aqui na policlínica, porque a minha filha estava com uma verruga na boca, onde ela iria fazer uma pequena cirurgia. Nós estávamos esperando o médico chegar. Logo depois, minha filha pediu para ir ao banheiro. Em seguida, eu fui levar ela no banheiro, mas os sanitários estavam ocupados, então ficamos esperando do lado de fora. Aí tinha um pano molhado bem na porta do banheiro e de repente a minha filha gritou. Quando eu olhei para o pé dela, eu vi o escorpião picando e logo depois, ele fugiu”, explicou a mãe ao HiperNotícias.

 

Janaina disse ainda que conseguiu capturar o animal e levar até a coordenadoria da unidade de saúde para saber se o escorpião era venenoso.

 

“Logo depois de picar a minha filha, o escorpião entrou em um buraco e eu capturei ele. Chamei por socorro e levaram a minha filha para tomar soro. Aqui ela tomou toda a medicação e agora está em observação. Os médicos disseram que o escorpião não é venenoso, mas vai saber, né?”, indagou a a mulher. Janaina disse que a sua filha não corre risco de morte conforme informaram os médicos que atenderam a paciente.

 

“Graças a Deus ela não corre risco nenhum de morte. Mas foi um susto muito grande que nós passamos. Como em uma Policlínica eles deixam isso acontecer. O poder público tem que tomar mais cuidado sobre isso. Graças a Deus a minha filha está bem e se recuperando. Ela sentiu muitas dores, mas agora já está bem melhor. Ainda que não foi nada de grave, a Prefeitura tem que tomar providências, pois outras crianças não podem ter a mesma sorte que a minha filha teve”, concluiu.

 

Outro lado 

Por meio a Secretaria Municipal de Saúde informou que os serviços de dedetização na unidade de saúde estão atualizados e acredita que o animal tenha saído do ralo do banheiro.

Avalie esta matéria: Gostei +7 | Não gostei - 3

Leia mais sobre este assunto