Segunda-Feira, 19 de Setembro de 2016, 09h:26

Tamanho do texto A - A+

Jovem é espancado até ficar desacordado após briga em Lagoa Trevisan

Por: MAX AGUIAR

Uma briga na tarde de domingo (18), na Lagoa Trevisan, em Cuiabá,  resultou na tentativa de homicídio contra um jovem de 23 anos à noite próximo a uma igreja na região do Coxipó. 

 

Mayke Toscano/Hipernoticias

samu/pronto socorro/cuiabá/pitbull

Jovem foi levado desacordado ao Pronto-Socorro de Cuiabá

Segundo informações de testemunhas, a vítima, que foi espancada por várias pessoas, estava desde o final da manhã na lagoa e no final da tarde começou confusão, próximo a dois carros de som que estava com o porta malas aberto. A testemunha da briga na lagoa não soube informar se o motivo da situação seria som alto ou mulher.

 

Porém, após muito bate boca, o rapaz teve que sair rapidamente do local, pois um dos envolvidos disse que iria buscar uma arma e mostrar "quem era o brabão (sic)". De imediato, o rapaz que teria começado a discussão chamou dois amigos e saíram da lagoa. "Todos faziam uso de bebida alcoólica, o que é uma praxe todos os domingos naquele local. Isso deve ter sido um dos motivos para se começar a briga", disse um policial do 9º Batalhão ao atender a ocorrência. 

 

A briga na Lagoa Trevisan teria sido às 16h30 e às 19h a PM foi acionada por moradores da Rua G do bairro Parque Atalaia, região do Coxipó, porque havia um rapaz espancado, caído sem os sentidos, com vários ferimentos no corpo e na cabeça. Ele foi socorrido por médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Pronto-Socorro em estado grave.

 

Os suspeitos de cometer o crime seriam os outros envolvidos na confusão que começou durante a tarde. "Eles seguiram o rapaz e o espancaram", disse o comandante Assis da PM.

 

Buscas foram feitas pelo bairro, mas nenhum suspeito de ter participado do espancamento do rapaz foi encontrado.

 

Os policiais também se deslocaram até a unidade médica para tentar conversar com a vítima, mas o jovem ainda não tinha recuperado os sentidos. Os PMs registraram um boletim de ocorrência na Central de Flagrantes e o caso está sendo apurado por equipes da 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé. 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto