Quarta-Feira 18 de Janeiro de 2017
pesquisas

Quarta-Feira, 04 de Janeiro de 2017, 11h:24

Tamanho do texto A - A+

Investigação aponta que membros do Novo Cangaço estão na Serra do Caldeirão

Por: MAX AGUIAR

A situação de guerra instalada na Serra do Caldeirão, em Pontes e Lacerda (distante 468km de Cuiabá), está cada dia mais violento. Nas últimas 24h, as investigações da Polícia Civil avançaram e apontaram que membros do Novo Cangaço, quadrilha especializada em assalto a bancos, estão envolvidos na invasão.

 

Na Serra, há comprovações da existência de ouro.  

 

André Romeu / HiperNotícias

garimpo pontes e lacerda

 

Nesta, que é considerada a terceira invasão, pelo menos 100 homens entraram no local na madrugada do dia 25 de dezembro e no dia 30 de dezembro expulsaram a bala os policiais que tentaram subir o morro.

 

Na primeira ação, os invasores expulsaram os seguranças da mineradora que tem a anuência do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) para realização de estudos sobre a produção de ouro na Serra. Depois, os policiais foram recebidos a tiros quando tentaram desocupar a área.

 

"Sob chuva de tiros, os PMs conseguiram sair da Serra com os seguranças da mineradora e ninguém foi ferido. Mas garanto, os bandidos estão super armados", disse o delegado Gilson Silveira, titular de Pontes e Lacerda.

 

Só que desta vez, o perfil de quem está explorando ouro ilegalmente é outro. Na primeira parte da investigação foi identificado o primeiro membro do grupo armado. “É um verdadeiro intercâmbio criminoso. Um cara conhecido como Junão, que já foi preso por garimpo ilegal em Cáceres, está arregimentando pessoas do Novo Cangaço. Eles estão fortemente armados. Estamos lidando com gente violenta. Há informações de que eles juraram policiais de morte e ofereceram a cabeça como troféu”, completou o delegado Gilson.

 

André Romeu / HiperNotícias

garimpo pontes e lacerda

Ninguém sobe e ninguém desce da Serra do Caldeirão

Os bandidos têm usado táticas de guerrilha para agir e há informações de que estejam armados com fuzis semiautomático 762 e estão em busca de uma metralhadora calibre.50 para atirar contra blindados e helicópteros. “Temos informações de que há integrantes de facções criminosas. Estão encapuzados. Não são simples garimpeiros, ou pedreiros, gente simples que entraram na Serra antes. É um fator novo pela violência explícita”.

 

Para sobreviver na Serra, os bandidos estão com um caminhão pipa, motores geradores e frigobares para gelarem os mantimentos. Outras necessidades eles coagem os moradores da região para fornecer. "Sabemos que eles estão prontos. Com água, comida e principalmente luz. A segurança foi montada para guerra", concluiu o delegado. 

 

Uma reunião na tarde desta terça-feira, com representantes do Ministério Público, Secretaria de Segurança Pública, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Ministério, traçou uma série de ações para combater a invasção.

 

Uma ação civil pública, proposta pelos  Ministérios Públicos Estadual (MPE) e Federal (MPF), vai cobrar da Justiça Federal a retirada dos invasores da áreas pelas forças de segurança federais.

 

Também ficou definido que nesta semana a Polícia Civil e a Polícia Militar vão reforçar a segurança na cidade de Pontes e Lacerda com o envio de força policial especializada e da inteligência. 

 

Já o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, irá até Brasília para colocar as forças de segurança estadual à disposição dos Ministérios da Justiça e da Defesa para uma operação integrada de reintegração da área invadida e que apoiará a Força Nacional e o Exército para a retirada dos invasores, independente da ação civil pública.

 

Leia também

 

Delegado confirma que grupo armado está pronto para guerra e espera Força Nacional

Sesp vai reforçar segurança na Serra do Caldeirão em Pontes e Lacerda

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei








Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

Maggi cria site de autopromoção

Secretário dá tom de despedida

Conselheiro oficialmente afastado

Bancada de MT que se cuide

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas