Quarta-Feira, 24 de Maio de 2017, 11h:36

Tamanho do texto A - A+

Índice de infestação da dengue cai para 1% em Sinop, conforme Ministério da Saúde

Por: REDAÇÃO

O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como a dengue, chicungunya, zika e febre amarela, caiu de 2,6% em janeiro para 1% até os dez primeiros dias de maio, apontou novo Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Foi a segunda baixa consecutiva no índice: em março, quando o segundo relatório foi divulgado, Sinop apresentava uma infestação de 1,7% e, agora, 1%, índice preconizado pelo Ministério da Saúde.  
 

Bem Estar

Mosquito Dengue

 

Com a redução, a presença do mosquito incide sobre uma a cada grupo de 100 residências. De acordo com a Secretaria de Saúde, as baixas resultam da série de ações deflagradas desde o início do ano com objetivo de alertar, conscientizar e combater focos do mosquito. Entre os trabalhos estão os mutirões de limpeza realizados pelo poder público, por meio da ação conjunta de suas secretarias, para retirada de potenciais criadouros do mosquito de circulação. Dados da Secretaria de Saúde mostram que 215 caçambas de entulhos, que estavam dentro dos quintais, foram retiradas pelos agentes públicos. 
 
No período, visitas quinzenais em pontos considerados estratégicos e que também representam grandes quantidades de potenciais criadouros (borracharias, ferro velho, oficinas, chapeações, sucatões, entre outros) foram realizadas. De acordo com a secretaria, 27 novos servidores foram contratados para atuar em visitas domiciliares, além de ter havido, ainda, visitas e palestras educativas quanto à prevenção e proliferação do mosquito Aedes aegypti. 
 
Na série de ações constam ainda as visitas em todos os imóveis do quadrilátero central da cidade, trabalho desenvolvido com a parceria da Associação Comercial e Empresarial de Sinop (ACES), a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Sinop (CDL), Corpo de Bombeiros e Tiro de Guerra.      
 
Casos de dengue
De janeiro a maio, 498 casos de dengue foram notificados pela Secretaria Municipal de Saúde. Duas mortes pela doença foram registradas e um óbito está em investigação.
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto