Segunda-Feira, 12 de Março de 2018, 09h:25

Tamanho do texto A - A+

Hospital Santa Rosa recebe nova turma de médicos residentes

Por: REDAÇÃO

Cuiabá passa a contar com um novo reforço na área da saúde. O Hospital Santa Rosa recebeu recentemente 16 profissionais para o Programa de Residência Médica 2018. Os integrantes farão especialização nas áreas de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Medicina Intensiva e Neurocirurgia.  

 

Assessoria

Fachada Santa rosa

 

Conforme explica o diretor médico do hospital e coordenador do Programa de Residência da instituição, Cervantes Caporossi, a chegada de novos profissionais oxigena a dinâmica da saúde mato-grossense e reflete na melhoria contínua da qualidade da assistência, bem como fortalece a responsabilidade social e a geração e difusão de conhecimento.

 

“Desde sua origem, o Santa Rosa quis investir em educação continuada. Em atividade há 18 anos, o Programa de Residência Médica da instituição é um estímulo para a formação permanente – que, por sua vez, impulsiona a busca por novas tecnologias e motiva o estudo. Essa renovação é uma injeção de garra para que a gente continue aprendendo e desenvolvendo aquilo que já está intrínseco em nossas formações. É sempre bom conviver com novas gerações”, ressalta Cervantes.

 

Pensamento reiterado pelo médico radiologista Ronei Ribeiro, que atuou como chefe da radiologia no Santa Rosa por uma década. Ele, que é considerado um “eterno residente”, reforça que os médicos têm o dever de se manterem atualizados e integrados.

 

“A residência médica não pretende ser o final da proposta de ‘ser médico’. Isto, esses profissionais já são. Mas, eles precisam se tornar especialistas integrados às outras especialidades, pois assim serão médicos diferenciados. Eu, como eterno residente, continuo estudando – gosto e o faço todo dia. Afinal, temos que estar aptos para atender o paciente – que é a nossa pérola. A residência é responsável por descortinar uma série de coisas que vamos aprender durante a vida”, pondera.

 

ENSINO E PESQUISA – Entre seus diferenciais, o Programa de Residência Médica do Santa Rosa oferece aos alunos do Centro de Estudos da instituição recursos que possam auxiliar no desenvolvimento da competência em informação exigida para o exercício de suas funções. No local, os médicos residentes podem contar com o apoio de um bibliotecário e de um estatístico (sob demanda) para reunir informações de caráter técnico e científico.

 

“Também contamos em nossa estrutura com uma biblioteca física, bem como com o acesso virtual integral aos periódicos da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e à base internacional de informações médicas UpToDate. Além disso, temos uma revista científica própria, a Coorte, que é destinada à publicação de artigos científicos, relatos de casos, revisões e casos clínicos. Tudo em prol do ensino e da pesquisa”, complementa Cervantes.

 

PIONEIRISMO – Pioneiro em Mato Grosso a atuar na oferta de especialização em unidade de perfil particular, o Santa Rosa tem atraído a atenção do Brasil para Cuiabá pela iniciativa inovadora de atuar na complementação curricular – tornando-se referência entre outras unidades do país. Atualmente, a instituição conta com um quadro geral de 42 residentes médicos.  

 

ACREDITAÇÃO – Ao completar 20 anos, o Santa Rosa é o único hospital de Mato Grosso certificado pela Acreditação Canadense, nível Diamond – uma das principais certificações de qualidade em saúde no mundo. A instituição também é certificada em Excelência, Nível III, pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto