Quarta-Feira, 05 de Dezembro de 2018, 18h:47

Tamanho do texto A - A+

Governador decreta luto de três dias por morte de procurador

Por: REDAÇÃO

O governador Pedro Taques decretou luto de três dias por conta da morte do ex-procurador José Victor Cunha Gargaglione. O ato leva em conta os serviços prestados à comunidade jurídica pelo servidor seja na condição de procurador, de professor e cidadão. Gargaglione chegou ao posto de ex-procurador geral do Estado.

 

Reprodução

jose vitor gargaglione.jpg

 

Mais cedo o governador destacou que “José Vítor Gargaglione foi um defensor das leis e contribuiu muito para o progresso do Estado, atuando como servidor público e como cidadão. Que sua família receba nossas condolências e tenha forças para superar este momento de dor”, disse o governador.

 

Formado em Direito pela UFMT, José Vítor foi procurador-geral do Estado e Corregedor-geral da Procuradoria Geral do Estado. Na PGE, também exerceu a chefia da Subprocuradoria-geral Judicial, Subprocuradoria Administrativa, além de ter chefiado a extinta Procuradoria Judiciária, que deu origem à Defensoria Pública. Foi conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Mato Grosso, membro de comissões de Defesa dos Direitos Transindividuais, Difusos e Coletivos, e do Conselho De Defesa da Criança e do Adolescente.

 

Gargaglione participou do projeto de Jurisprudência pela Igualdade e combateu à discriminação por gênero. Também atuou como professor nas  Escolas Superiores do Ministério Público e da Magistratura, faculdades de Direito e Escolas Preparatórias para Concursos e foi incentivador da criação da Escola Superior de Advocacia Pública.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei