Quarta-Feira, 10 de Maio de 2017, 08h:15

Tamanho do texto A - A+

Emanuel faz visita surpresa em posto de saúde e não encontra médicos e nem dipirona

Por: REDAÇÃO

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), assumiu o compromisso de humanizar a saúde e acabar com a falta de medicamento nas unidades da capital. Ele esteve no Centro de Saúde Dr. Cid Borges nesta terça-feira (09), na companhia do vereador Joelson Fernandes do Amaral. O vídeo da visita foi postada no perfil de Emanuel no Facebook.

 

CCOM-Cuiabà

emanuel pinheiro/posto de saude de alvorada

 Emanuel fez críticas à sua própria gestão

Na visita, o prefeito encontrou falta de medicamentos e a falta do atendimento de ginecologista, pois a médica especialista está de férias e não houve substituição. Emanuel disse que a unidade passou por melhoras de acordo com depoimentos da população e de servidores, mas os problemas encontrados precisam ser resolvidos.

 

“As coisas estão melhorando, segundo eles. Assim mesmo, vi situações que eu não gostei, que eu não vou permitir que aconteça na minha gestão. Dipirona, por exemplo, está aqui a caixa, acabou. Remédio para pressão está faltando, o que coloca em risco o bem estar e a saúde da população, a saúde da minha gente. São situações como essa que eu estou combatendo e vou combater”, relatou.

 

Outros problemas encontrados na unidade de saúde foram falta de guardas, banheiros interditados, que já tiveram as soluções encaminhadas.

 

“E vamos avançando , porque eu disse pra vocês: Vou colocar o dedo na ferida, e eu serei o maior fiscal da minha gestão. Vou humanizar a saúde pública da capital. O meu povo merece o que há de melhor”, ressaltou o prefeito.

 

CCOM-Cuiabà

emanuel pinheiro/posto de saude de alvorada

 

Pinheiro afirmou que essa realidade não é o que ele quer de sua gestão. “Medicamento não vai faltar, médico não pode faltar. Se o médico entra de férias, como por exemplo a ginecologista aqui entrou, não tem outro no lugar. Isso é um absurdo. Então eu tenho que olhar e tenho que ser o maior crítico dessa situação, entrou de férias uma ginecologista, tem que entrar outra no lugar, a população não pode esperar trinta dias pra ser atendida,”declarou.

 

Além de garantir o atendimento das demandas emergenciais, Emanuel assumiu o compromisso de humanizar a saúde pública. “Vamos combater essa desumanização no sistema, e vamos humanizar a saúde pública de Cuiabá, a nossa população merece ser tratada com carinho, com respeito e com humanização”, finalizou.

Avalie esta matéria: Gostei +3 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




1 Comentários

Bruno - 10/05/2017

Que tristeza. Onde está o trabalho que os vereadores deveriam fazer, de fiscalizar??? Parece que Só recebem um salário muito gordo. Deveria ser pensado a isenção de salários para vereadores NO BRASIL, assim trabalhariam apenas com V.I. limitadas pelo executivo. E devendo prestar contas do que faz, COMO ATUAM OS CONSELHOS DE CLASSE QUE OFERECEM CARGOS HONORÍFICOS. Pois essa situação parece demonstrar falta de atuação dos Edis. A POPULAÇÃO DE CUIABÁ DEVE FICAR DE ANTENA LIGADA NOS SEUS VEREADORES E FAZER COBRANÇAS URGENTES. ORA, QUANDO O POVO NÃO SABE ESCOLHER REPRESENTANTES, PAGA O QUE NÃO TEM PARA SOBREVIVER NESSE MUNDO QUE SE ASSEMELHA AO DESLEIXO E ABANDONO.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA