Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 11h:01

Tamanho do texto A - A+

Criança de 9 anos tem 49% do corpo queimado e família pede ajuda

Por: CAMILLA ZENI

A família do pequeno Rafael Lucas dos Santos, de apenas nove anos, faz um apelo à população e pede doações de mantimentos e produtos de higiene. O menino sofreu um acidente doméstico no último sábado (21) e teve 49% do corpo queimado. De acordo com médicos do Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, onde ele está internado, ele deve permanecer na unidade por mais três meses.

 

Divulgação/Sadylla Santos

video menino queimado

 

O HiperNotícias entrou em contato com a prima da criança, Sadylla Santos, que informou que a família precisa muito das doações. Segundo ela, a mãe da criança, Alessandra Pereira, de 25 anos, não trabalha e tem outros três filhos menores, de 6, 5 e 3 anos. O pai está desempregado e, por enquanto, ainda não apareceu para saber do menino.

 

O caso aconteceu no último sábado no quintal da chácara onde a família mora, no Assentamento Capão das Antas, na estrada para o município de Jangada. Conforme Sadylla, a tia havia ateado fogo em folhas no quintal de casa e foi nesse cenário que o acidente aconteceu. Quando o fogo apagou, o menino pegou uma garrafa de álcool na expectativa de reacendê-lo. Quando se aproximou da brasa, o fogo acendeu e logo se alastrou pelo corpo do menino. 

 

Na intenção de apagá-lo, ele pulou dentro da caixa d’agua térrea. No entanto, a ação apenas pirou as condições do menino. A mãe, que cuidava das outras crianças no momento do acidente, se desesperou ao ver o menino em chamas e correu para socorrê-lo, abafando o fogo.

 

Quando a situação foi controlada, Rafael foi encaminhado as pressas ao Pronto Socorro. Lá, foi constatado que 49% do corpo da criança havia sido queimado. Apenas o cabelo, braço esquerdo e o pé não sofreram com o fogo.

 

Hoje, o menino já consegue abrir os olhos. No entanto, não consegue mexer as penas queimadas. Apesar disso, os médicos classificam que a recuperação está sendo rápída, visto que, de imediato, foi informado que o tempo de internação seria de pelo menos quatro meses. Agora, o tempo reduziu.

 

Devido às condições, a família pede ajuda com doações de alimentos para manter as crianças pequenas, que foram levadas para a chácara de outra tia, e produtos de higiene para Rafael, como cuecas, shampoo, sabonete líquido de bebê (para que não arda as queimaduras) e fraldas. Antes do acidente, a família vivia com ajuda e doações dos parentes e vizinhos, que não conseguem arcar com o custo extra.

 

Quem puder ajudar, pode contactar Sadylla pelo telefone (65) 99253-4370.

 

Credito: Divulgação/Sadylla Santos
Credito: Divulgação/Sadylla Santos
Credito: Divulgação/Sadylla Santos
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto