Domingo, 01 de Abril de 2018, 08h:50

Tamanho do texto A - A+

Chuvas prejudicam mais de 50 mil mato-grossenses

Por: FELIPE LEONEL

Mais de 50 mil mato-grossenses estão sofrendo em função das fortes chuvas neste 2018, em mais de 20 municípios. De acordo com a Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa Civil, comandada pelo coronel do Corpo de Bombeiros, Abadio José da Cunha Junior, 19 cidades estão em "situação de emergência".

 

Reprodução

general carneiro chuva

 

Destas 19, 12 são reconhecidas pelo governo federal e existem mais três processos pedindo a decretação. Dentre os municípios afetados pelas chuvas estão: General Carneiro; Porto Esperidião; Nova Bandeirantes; Cotriguaçu; Guarantã do Norte; Juruena; Nossa Senhora do Livramento; Nova Maringá; Novo Mundo; Porto Estrela; Nova Brasilândia, dentre outros.

 

O coronel Cunha explica que a situação de emergência permite aos municípios e ao Governo do Estado buscar recursos junto ao Governo Federal para reconstruir o que eventualmente foi destruído pelas chuvas, ventos ou queimadas. A situação só pode ser decretada quando houver danos causados pela natureza. 

 

"É um reconhecimento do desastre natural, isso permite a capitação de recursos para reconstruir uma obra destruída, esse é o objetivo. Ano passado, nós conseguimos R$ 60 milhões para Mato Grosso, só em função desses desastres", explicou o coronel Abadio José da Cunha, ao HiperNotícias

 

Ainda de acordo com o coronel, com a situação de emergência decretada, o Estado pode acessar "itens de subsistência" caso famílias afetadas percam muitas coisas, principalmente, que comprometa a sobrevivência. 

 

"Se por ventura tiver famílias que perderam tudo para a sobrevivência, a gente consegue acessar também materiais, itens básicos para substancia, cesta básica, colchões, coberturas, o básico para a pessoa subsistir até voltar à normalidade", esclareceu o coronel bombeiro. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto