Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 11h:45

Tamanho do texto A - A+

Cansados de esperar, moradores fazem "vaquinha" e constroem ponto de ônibus

Por: JESSICA BACHEGA

Cansados de buscar providências junto à Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), moradores do bairro Jardim Industriário, em Cuiabá, se uniram e construíram um ponto de ônibus para substituir o que estava "caindo aos pedaços" na Avenida 30, a principal do bairro. 

 

Reprodução

Ponto de ônibus no industriario

 Ponto de ônibus construido pela comunidade

Financiado com a contribuição da população local, o abrigo foi construído na semana passada. Ele conta com cobertura e banco para que os usuários do transporte coletivo tenham o mínimo de conforto na espera pelo ônibus. O ponto tem também lixeira de coleta seletiva e quando o compartimento está cheio, um empresário que trabalha em frente recolhe as sacolas e coloca uma nova no lugar.  Obra custou R$ 1.134,00.

 

Antes da construção do novo abrigo, os usuário do transporte se protegiam do sol e da chuva em lojas próximas e debaixo de árvores existentes às margens da avenida.

 

De acordo com o idealizador do projeto, Mario Benevides, ele a outras pessoas já tinham reclamado na precariedade do ponto de ônibus, mas sem nenhuma resposta. Então resolveram por seus esforços revitalizar o ponto.

 

“A princípio a gente ia trocar o teto que estava caindo, mas como fomos avaliar o local percebemos que não dava para aproveitar nada. Estava todo podre. Então arrecadamos dinheiro para comprar o material e um morador construiu a estrutura”, conta. “Quando voltamos lá para iniciar a obra o teto caiu. Já pensou se cai em cima de uma criança”.

 

Benevides relata que cada morador ajudou com a quantia que pôde. Juntando R$ 50, R$ 100 chegaram ao valor total e construíram o ponto, que deve durar pelo menos 15 anos.

 

Reprodução

ponto de onibus industriario

 Ponto antigo

O valor gasto na construção e o esforço da comunidade estão em contraste com a inauguração da Estação Alencastro, que custou mais de R$ 1 milhão e tem sido alvo de críticas por cuiabanos que defendem a melhora na qualidade do transporte coletivo e dos pontos de ônibus da cidade. 

 

O descontentamento é mais acentuado entre os moradores de bairros mais distantes, que sofrem com ônibus em condições precários, sem ar condicionado e com longas esperas pelo transporte. 

 

Leia também

Cuiabanos criticam investimento em Estação e reclamam do transporte público

Recém inaugurada, Estação Alencastro apresenta goteiras e infiltração

 

Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Avalie esta matéria: Gostei +7 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




2 Comentários

MARIO SOUZA BENEVIDES BENEVIDES - 29/01/2018

SE A SEMOB E A PREFEITURA FIZESSE SUA PARTE QUE É REFORMAR OS ABRIGOS ( PONTO DE ÔNIBUS ) O POVO NÃO PRECISAVA FAZER ISSO ...ISSO FOI UM MODO DE MOSTRAR AO PODER PUBLICO QUE QUANDO QUER FAZER FAZ ...COM POUCO , ESSA OBRA TEVE UM CUSTO DE R$ 1,122,22 AO CONTRARIO DA ESTAÇÃO ALENCASTRO ( BOI BRANCO ) QUE TEVE UM CUSTO DE 1.222,22 ,00 OLHA A DIFERENÇA E DESCASO COM DINHEIRO PUBLICO COM ESSE DINHEIRO DARIA PARA FAZER TODOS OS PONTOS DE ÔNIBUS DE CUIABÁ ...AI EU TE PERGUNTO , OQUE VC ACHA DE TUDO ISTO ??? ESTA CERTO ??? VC QUE PAGA PARA ANDAR DE ÔNIBUS E FICAR NO SOL E DE PÉ ??? É ISSO QUE É UMA GESTÃO HUMANIZADA ????

PEDRO AURELIO - 29/01/2018

- SERÁ QUE O PREFEITO DEU A SUA CONTRIBUIÇÃO COM AQUELE DINHEIRO DO PALETOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA