Quinta-Feira, 10 de Janeiro de 2019, 08h:12

Tamanho do texto A - A+

"Bira sempre foi amigo dos amigos", declara jornalista

Por: WILLIAN BELTER

Amigos, familiares, personalidades que fizeram história na política Matogrossense marcaram presença na despedida do jornalista Ubiratã Braga, conhecido como Ray Bira, na tarde desta quarta-feira (9), na Capela Jardins em Cuiabá. Ao lado do caixão lacrado, a filha, Lorraine Braga, recebia o conforto dos amigos. Bira foi encontrado morto na noite de terça-feira (8) no sofá da sala de sua casa. A suspeita é de que tenha sofrido um infarto.

 

Reprodução

ubirata braga

 

“Ubitatã Braga veio para Cuiabá, para ser sonoplasta da rádio Vila Real FM. Na  época, a direção da emissora era Wilson Menossi e Onofre Ribeiro, eu trabalhava no jornalismo com a emissora, a nossa coordenadora de jornalismo era Margareth Botelho e Ademar Andreola, o Bira inclusive morou um tempo lá em casa e nós fomos estreitando essa amizade por causa disso, ele ficou uns seis ou sete meses em 1986,1987”, contou o jornalista Ronaldo Pacheco, amigo de Bira há três décadas..

 

Conforme Pacheco, Bira trabalhou em outras emissoras e, no ano 2000, ambos voltaram a trabalhar juntos na assessoria da Assembleia Legislativa. Depois disso, Bira montou o próprio site.

 

“Quase todos os dias eu ligava pra ele para brigar, ele porque ele é dono do site Cadeia Neles que ele orgulhosamente dizia ter ganho direito de explorar o nome. Ele se orgulhava de dizer que ganhou o direito na Justiça, porque o Cadeia Neles é um título que pertencia, até então, a um poderoso grupo de comunicação de Mato Grosso”, lembrou o profissional.

 

“Vale o registro que Bira sempre foi amigo dos amigos", finalizou Pacheco.

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei