Quinta-Feira 30 de Março de 2017
pesquisas

Terça-Feira, 03 de Janeiro de 2017, 15h:51

Tamanho do texto A - A+

Acusado de matar vítima por dívida de R$ 150 é preso em Pontes e Lacerda

Por: REDAÇÃO

Um homem acusado de homicídio ocorrido na segunda-feira (02), em Pontes e Lacerda (448 km ao Norte), foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, menos de três horas após o crime. Apontado como autor do homicídio, Tiago Gomes de França, 23, assassinou a vítima em razão de uma dívida de R$ 150.

 

Max Aguiar/HiperNotícias

tiroteio/arma/revolver

 

O homicídio que vitimou Gustavo Severiano Coelho aconteceu por volta das 20 horas, em uma quitinete no Centro da cidade, onde a vítima morava. Segundo as investigações, o suspeito chegou ao local, e efetuou três disparos contra a vítima, que foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dar entrada no Hospital Vale do Guaporé.

 

Assim que foram acionados do crime, os policiais civis da Delegacia de Pontes e Lacerda iniciaram as investigações, conseguindo identificar o autor do homicídio, com base, inicialmente, em informações que testemunhas postaram nas redes sociais.

 

Segundo as denúncias, Tiago chegou ao local em um veículo Fiat Strada e entrou na casa da vítima dizendo “Quem deve tem que pagar” e logo em seguida efetuou os disparos. Algumas horas depois, o suspeito foi até a delegacia para registrar um boletim de ocorrência de calúnia, afirmando não ser o assassino de Gustavo, mas os policiais tinham as informações que o apontavam como autor do crime.

 

A prisão de Tiago foi realizada menos de três horas após o crime. No momento em que assassinou a vítima, o suspeito estava de barba e quando foi a delegacia a retirou, para tentar enganar os policiais.

 

Interrogado pelo delegado, André Luís Barbosa, Tiago confessou a autoria do crime e disse que matou a vítima em razão de uma dívida de R$ 150. “A vítima vendeu um aparelho celular para o suspeito, que não funcionou e por isso Tiago estava exigindo o dinheiro de volta”, explicou o delegado.

 

Tiago entregou a arma utilizada na ação e foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei








1 Comentários

Cicero - 03/01/2017

Quem vende sua liberdade nunca foi digno dela.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA

Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

Greve no Metropolitano

Brito na Casa Civil

TCE e os boatos

6 Hiper Anos

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas