Quarta-Feira 22 de Fevereiro de 2017
pesquisas

Sábado, 13 de Abril de 2013, 10h:44

Tamanho do texto A - A+

A pedido, Governo não pavimenta trecho do Xingu

Por: DA REDAÇÃO

A pedido do povo indígena, o trecho que corta o Parque Nacional do Xingú não terá asfalto diferente do que previa o projeto MT Integrado. A decisão foi tomada entre o governador Silval Barbosa e caciques representantes de etnias do Xingu, durante assembleia realizada na Aldeia Piaraçu – terra Capoto Jarina.

O MT Integrado vai asfaltar a MT 322 – antiga BR-080 – que vai facilitar o acesso a 44 municípios mato-grossenses com a pavimentação de rodovias estaduais.

Assim, o governo irá viabilizar o cascalhamento e a elevação da MT 322 no trecho de 84 km que corta a área indígena do Parque Nacional do Xingu.

Em seu discurso, o cacique Raoni Metuktire afirmou que a decisão de não asfaltar o trecho aconteceu depois de muito diálogo com representantes das etnias locais, os quais defendem que uma rodovia asfaltada dentro do parque poderia intensificar o tráfego e as altas velocidades.

“Foi um diálogo longo. O asfalto traz movimento e nós nos preocupamos com as crianças e com os animais. Por isso pedimos que o asfalto chegue apenas até os limites do parque e que o restante da rodovia seja cascalhado”, defendeu.

Mayke Toscano/Secom-MT

A pedido, Governo decide não pavimentar trecho do Parque do Xingu

Segundo o governador Silval Barbosa, entre os municípios de Matupá e São José do Xingu serão asfaltados aproximadamente 200 km, exceto dentro do parque. Mas o diálogo não se encerra por aqui, uma cópia do projeto da rodovia também será encaminhada aos representantes indígenas para que possam compreender melhor os detalhes da obra.

“Gostei muito da visita. É desta forma o governo busca se aproximar ainda mais dos povos indígenas. Tivemos uma conversa muito tranquila e vamos continuar este diálogo sobre a melhoria do acesso na região”.

Para a prefeita de São José do Xingu, Raquel Campos, a assembleia foi muito produtiva, principalmente porque ambas as partes se mostraram dispostas em manter um diálogo contínuo para reduzir os problemas de transporte na MT-322.

“Um sonho antigo de ligar as BRs 158 e 163, o leste e o oeste do Estado”, completou prefeito de Matupá, Valter Mioto.

Além da decisão sobre o não pavimentação, o governo entregou duas caminhonetes e uma moto para Associação Indígena do parque e esteve na aldeia Pacaiá, onde visitou a farmácia e a escola.

O chefe do executivo estadual também recebeu demandas dos grupos indígenas na área de saúde e transporte, como a doação de outra balsa para a travessia do Rio Xingu. “Recebi muitos pedidos e vou estudar com carinho todas as pautas apresentadas”, finaliza.

(Com informações da Assessoria)
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei








Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

CBF veta tricolor

Ministro da Sodoma sob suspeita

Partido Novo

Tranco no Samu

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas