Terça-Feira, 20 de Março de 2018, 19h:36

Tamanho do texto A - A+

Sindicalistas indignados com pagamento de salário dentro do mês

Blog do Mauro Cabeçalho

 

Segundo o jornalista Pablo Rodrigo, de A Gazeta, os sindicalistas Henrique Lopes, do Sintep, e Oscarlino Alves, do Sisma, ambos representantes do Fórum Sindical, estão indignadíssimos pelo fato da autarquia Desenvolve MT estar pagando os salários de seus funcionários dentro do mês trabalhado.


 
Privilégio inaceitável
 
Os sindicalistas, pasmem, consideram um privilégio inaceitável o “pagamento antecipado” no dia 25 de cada mês. Apesar da autonomia financeira da autarquia, os sindicalistas  fazem campanha para que o Desenvolve MT quite sua folha no mesmo dia dos servidores efetivos do Estado, ou seja, até o dia 10 do mês subsequente ao trabalhado. Tem coisa que até Deus duvida!


 
Isolamento político
 
O deputado Wilson Santos (PSDB) contesta a tese de que o govenador tucano Pedro Taques  está politicamente isolado para a disputa eleitoral de outubro. De acordo com o parlamentar, Taques será apoiado por uma robusta aliança de partidos.


 
Culpa da Comunicação
 
Um dos mais enfáticos defensores do governo tucano, Wilson Santos aponta a “ineficiência” da comunicação oficial como principal responsável pelo desgaste do governador. Ele aposta no horário eleitoral para mostrar o volume de obras e realizações do governo de Taques, principalmente em áreas polêmicas como a Saúde.
 


Protagonistas
 
Cresce no DEM a expectativa de participação do partido como protagonista nessas eleições. A perspectiva de uma dobradinha entre Mauro Mendes e Jayme Campos tem deixado a militância do Democratas entusiasmada.


 
E o rompimento?
 
Porém, apesar da elevação do tom nas críticas ao Governo por parte de setores do partido, nem Mendes, nem Jayme se manifestaram publicamente pelo rompimento com Taques . Tampouco assumiram as candidaturas majoritárias de Governo e Senado.


 
Acelerado

O senador Wellington Fagundes (PR), pré-candidato ao Governo, impõe ritmo forte às articulações eleitorais. Está conversando com partidos de oposição como o PMDB e tenta cooptar para seu projeto de disputar o Governo as siglas “governistas” descontentes.


 
Noiva da vez
 
O Democratas virou objeto do desejo, tanto da oposição quanto da situação. Wellington Fagundes tenta atrair Jayme Campos e Mauro Mendes para seu projeto. O PSDB, capitaneado pelo pré-candidato ao Senado Nilson Leitão, se empenha em manter o DEM na base de Taques.


 
Decisão
 
O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) segue tentando construir sua candidatura ao Senado, mas pode abrir mão da disputa para favorecer o partido. O PSD decide nesta quarta-feira se segue o projeto na base de Taques ou na oposição.

 

 

Desistência

Enquanto a maioria se articula para conseguir apoio, o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Antonio Joaquim, comunicou nesta terça-feira (20) que não vai mais participar do processo eleitoral deste ano. Juntamente com essa decisão, resolveu não mais se aposentar do cargo de conselheiro.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei