Terça-Feira, 27 de Junho de 2017, 09h:16

Tamanho do texto A - A+

Membros do PSB prometem luta “até o fim”

Blog do Mauro 2

 

 

Em reunião realizada nesta segunda-feira (26), uma parte considerável dos integrantes do PSB de Mato Grosso defendeu a realização de eleições diretas para definir o comando da sigla no Estado. Eles afirmaram que não reconhecem o deputado Valtenir Pereira como presidente estadual do partido, alçado a esta condição por decisão da Executiva Nacional.

 

Água e óleo

Um dos mais exaltados no encontro foi o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, ainda filiado ao PSB. Ele classificou a decisão que nomeou Valtenir como líder estadual da legenda como “safadeza” e “ingratidão”. O ex-prefeito foi um dos responsáveis pela reconstrução do PSB, em 2013, quando Valtenir deixou o partido para fundar o Pros.

 

Diretas Já

O grupo, que conta com todos os deputados estaduais e federais do partido, além de diversos prefeitos e vereadores, defende a realização de eleições diretas para a definição do novo presidente, destituindo assim Valtenir do comando da legenda.

 

Na Justiça

Se a Executiva Nacional não aceitar o pedido, o grupo não descarta buscar a Justiça para fazer valer seus direitos. Certo, mesmo, é que ninguém parece disposto a entregar “de mão beijada” uma das maiores legendas em Mato Grosso ao deputado federal.

 

Cheio de problemas

Não bastassem os problemas enfrentados enquanto ministro, Blairo Maggi (PP) foi envolvido em um caso de polícia. Isso porque a Força Aérea Brasileira (FAB) abateu uma aeronave que transportava 653 quilos de cocaína e, segundo o piloto, teria decolado de uma das pistas de uma fazenda arrendada pela Amaggi, em Mato Grosso.

 

Precipitação

De forma bastante açodada, diversas pessoas passaram a ligar a ocorrência policial ao ministro, que chegou a estar entre os assuntos mais comentados no Twitter nesta segunda-feira (26). Blairo simplesmente nada tem a ver com o fato e é de se lamentar como, de forma maldosa, algumas pessoas tentam liga-lo a este fato.

 

Onze pistas

Boa parte das pessoas que fizeram isso não fazem a menor ideia da extensão da fazenda de onde, supostamente, os criminosos teriam partido. A Fazenda Itamarati conta com 11 pistas autorizada para pouso eventual (apropriadas para a operação de aviões agrícolas, o que não demanda vigilância permanente) localizadas em pontos esparsos de 54,3 mil hectares de extensão.

 

Área vulnerável

Portanto, é impossível que haja alguma forma da empresa impedir grupos criminosos, fortemente organizados que, de forma clandestina, utilizam pistas em diversas fazendas da região. A região onde está localizada a fazenda, inclusive, tem sido vulnerável à ação de grupos do tráfico internacional de drogas, dada a sua proximidade com a fronteira do Estado de Mato Grosso com a Bolívia.

 

Auxílio

Além disso, em abril deste ano, a Amaggi prestou apoio à Polícia Federal, quando uma aeronave clandestina pousou em uma das pistas auxiliares da fazenda. Na ocasião, a PF realizou ação de interceptação com total apoio da empresa, ação que resultou na apreensão do entorpecente.

 

Crise na caserna

O Conselho de Coronéis da Polícia Militar transferiu a data da posse do novo comandante-geral da corporação, coronel Marcos Vieira da Cunha para quinta (29) às 19h. Em nota, o conselho afirma que a informação divulgada pelo governo ocorreu sem consulta prévia à PM. O governo havia definido que a solenidade seria realizada nesta quarta-feira (28).

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1